Páginas

ATENÇÃO

- Blog: Cronicas e Contos de RPG - Eduardo Teixeira (textos protegidos, sua reprodução é proibida sem a autorização prévia do autor).

SOBRE A LEITURA: VAMOS LER, POIS LER É APRENDER.


A importância da leitura vem a cada dia ganhando força em seus diversos segmentos, pois é um dos requisitos básicos na aprendizagem do indivíduo. O ato de ler é muito importante, pois a leitura vem aos poucos contribuir para a formação de leitores capazes de reconhecer as sutilezas, as particularidades, os sentidos a extensão e a profundidade de cada texto lido.

Quem lê muito escreve bem

Não há como negar que ler contribui para a desenvoltura na escrita, pois vamos incorporando bons modelos de estruturação das ideias, ampliando repertórios, conhecendo novas palavras. Porém, é comum encontrarmos pessoas que leem muito, mas encontram dificuldades para escrever. Pode ser que isso ocorra pela qualidade da leitura. A leitura para a apreensão de conteúdos é básica; no entanto, se também prestarmos atenção na forma como os textos são compostos, podemos usufruir de todo o conhecimento a respeito da linguagem que uma leitura efetiva pode proporcionar e, assim, vamos nos tornando capazes de compor bons textos.

Vale a dica: Estar atento aos modos particulares de escrever dos diferentes autores, em especial daqueles que apreciamos, pode ser um prazer a mais na leitura. Pensar em como você próprio escreveria sobre o tema (e aventurar-se a escrever!), valendo-se do conhecimento dessas inúmeras possibilidades, ajuda-o no aperfeiçoamento de sua própria escrita.
Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Cronica - primeiro dia na cidade - Gabbi2203

Gabriella chega na cidade de Nova York, hoje seria seu primeiro dia de plantão no hospital. Aproveitando que só trabalharia a noite, Gabriella decidiu conhecer a cidade. Viu muitas lojas, muitas pessoas, realmente tratava-se de uma ciade movimentada. Passando em frente ao banco, Gabriella decidi entrar no próprio, e abrir uma conta. Ao entrar no local percebe que a senhora atendendo esta ocupada, Gabriella, aproveita para observar as pessoas em volta. Rápidamente, atrás de Gabriella, forma-se uma fila, Gabriella sorri ao lembrar-se de um pensamento anterior: " a cidade era agitada". Gabriella agradece a Deus em seus pensamentos por ter chegado cedo no local, e ser a primeira da fila, pois queria conhecer os lugares antes de iniciar seu plantão. Gabriella volta sua atenção ao banco, ao ser chamada, senta-se comprimentando a mulher:

- Boa noite senhora, quero abrir uma conta.
- Boa noite.

Gabriella rapidamente é atendida,saindo do banco com tudo resolvido. Decidindo então, continuar seu passeio pella cidade. Próximo dali Gabriella encontra o local da justiça. Sem perceber, Gabriella lembra-se de um episodio estranho que presenciou no ônibus, então, resolve denunciar a justiça. Entra no local receosa, porém, alguns minutos conversando com uma senhora que a atenderu, Gabriella decide contar o que sabe e aliviar a consciencia.
Após sair do local, Gabriella ouve alguns comentários pela cidade, pessoas correndo e com medo, assusta-se e se apressa em chegar no hospital, pegando o metrô. No metrô, Gabriella ouve conversas sobre assasinatos crueis que estavam acontecendo naquele inicio de noite, pensou consigo que realmente precisava trabalhar ali, urgente.
Ao chegar no hospital, é recebida pela médica chefe e uma enfermeira, a qual estavam treinando, comprimentou-as e foi até sua sala, arrumou tudo ficando de plantão. Devido ao ocorrido, muitas pessoas estavam com medo aquela noite, ocorrencias no hospital eram frequentes, Gabriella aproveitou o tempo "livre" pra arrumar tudo, anciosa para atender as pessoas que tanto necessitam.



Nenhum comentário:

Postar um comentário