Páginas

ATENÇÃO

- Blog: Cronicas e Contos de RPG - Eduardo Teixeira (textos protegidos, sua reprodução é proibida sem a autorização prévia do autor).

SOBRE A LEITURA: VAMOS LER, POIS LER É APRENDER.


A importância da leitura vem a cada dia ganhando força em seus diversos segmentos, pois é um dos requisitos básicos na aprendizagem do indivíduo. O ato de ler é muito importante, pois a leitura vem aos poucos contribuir para a formação de leitores capazes de reconhecer as sutilezas, as particularidades, os sentidos a extensão e a profundidade de cada texto lido.

Quem lê muito escreve bem

Não há como negar que ler contribui para a desenvoltura na escrita, pois vamos incorporando bons modelos de estruturação das ideias, ampliando repertórios, conhecendo novas palavras. Porém, é comum encontrarmos pessoas que leem muito, mas encontram dificuldades para escrever. Pode ser que isso ocorra pela qualidade da leitura. A leitura para a apreensão de conteúdos é básica; no entanto, se também prestarmos atenção na forma como os textos são compostos, podemos usufruir de todo o conhecimento a respeito da linguagem que uma leitura efetiva pode proporcionar e, assim, vamos nos tornando capazes de compor bons textos.

Vale a dica: Estar atento aos modos particulares de escrever dos diferentes autores, em especial daqueles que apreciamos, pode ser um prazer a mais na leitura. Pensar em como você próprio escreveria sobre o tema (e aventurar-se a escrever!), valendo-se do conhecimento dessas inúmeras possibilidades, ajuda-o no aperfeiçoamento de sua própria escrita.
Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 5 de junho de 2010

O PROTETOR SOLAR MÁGICO

(Bom eu tinha inventado isso para uma aventura. Idiota não? Mais a galera gostou na hora, e seria a única maneira dos vampiros poderem andar pela luz solar. No jogo precisava andar na luz solar porque era no dia que tudo ocorria, a cidade nunca teve sol. Então imagine uma cidade que nunca teve sol. Imaginou? Pow conseguiram trazer sol pra cidade ai os vampiros ficaram arrasados, nossa me lembro como foi horrível. Então tivemos escolhas, bolamos as bolsas de sangue, tipo a gente montou um estoque de bolsas de sangue, depois bolamos a idéia de trazer o sol AI ROLOU MINHA IDÉIA DO PROTETOR SOLAR MÁGICO. Mais pra isso a gente ia usar os magos, que até então eram aliados dos independentes, bom que depois a gente percebeu que eles não eram aliados mais isso foi mais pra frente e é outra história. Bom, não usamos minha idéia, mais foi uma solução, algo inventado (kkkkkk engraçado). No fim os vampiros tiveram o encontro com Hares e conseguiram o elmo negro, isso deu origem a CAMPANHA DA ERA DA ESCURIDÃO que esta postado no blog)


O PROTETOR SOLAR MÁGICO

A mágika de Mago, é muito diferente daquelas com os quais estamos habituados a ver, não existe nenhuma espécie de "lista de feitiços", ou "Poderes concedidos por Deuses", ao contrário, para serem estudados mais facilmente, os princípios da realidade foram divididos em 9 áreas principais, são as chamadas esferas. Utilizando-se das esferas mágicas, os Despertos (magos) alteram a realidade de acordo com a sua vontade. Num simples pensar magos transforma a realidade na sua pro pia realidade, basta crer nisso.

# Vamos usar três esferas mágicas, que são:

Esfera Vida: Lida com tudo aquilo que é orgânico e possui vida, mesmo que não possua inteligência, permite inclusive alterar o próprio corpo.

+

Esfera Matéria: Tudo aquilo que seja material e não orgânico pode ser afetado por esta esfera, desde uma simples lata de cerveja, até o mais alto arranha-céu.

+
Esfera Forças: Lida com todos os tipos de energia, desde o controle sobre os elementos, como o fogo, até o controle sobre a lei da gravidade.

# Protetor solar para vampiros , modo de preparo:


O mago enche um caldeirão com sangue, sal, levedura de cerveja, terra, ferro, gelo e água , depois o mago lava o vampiro da cabeça aos pés sob invocações dos poderes da morte e da vida. Com uma Seringa Logo em seguida retira a Quintessência do sangue vampirico e convoca efeitos da natureza em seu pro pio sangue amaldiçoado e retransmite no corpo do vampiro , assim fazendo uma magika poderosa aos morto-vivos , dando o poder da vida em cima dos efeitos da natureza que para os vampiros é o sol. A proteção contra o sol tem que ser diária , o vampiro tem que acreditar na magika e na verdadeira realidade que ela lhe traz assim não tendo nenhum perigo contra paradox.



# Resultado da magika:

Um belo de um banho e uma ejeção no braço e esta pronto para pegar seu raibã e encarar o sol.




Eduardo Teixeira

sexta-feira, 4 de junho de 2010

A EXORCISTA DO DIABO

((ESSA CRONICA EU TIREI DE UM FILME, EU ADORO TIRAR MINHAS IMAGINAÇOES DE FILMES QUE EU ADORO E TALZ.= John Constantine (Keanu Reeves) é um experiente ocultista e exorcista, que literalmente chegou ao inferno. Juntamente com Angela Dodson (Rachel Weisz), uma policial cética, ele investiga o misterioso assassinato da irmã gêmea dela, Isabel. As investigações levam a dupla a um mundo sombrio, em que precisam lidar com demônios e anjos malvados)).




Nasce num bairro nobre da cidade um menina, Veronica que no futuro seria uma linda mulher era assim os pensamentos de seus pais que estavam super felizes. A menina era bem tratada como uma Deusa a felicidade na família era algo mistico e lindo de se ver ao passar dos anos a mãe de Veronica gravida novamente e da uma irmã com o nome de Mônica. A infancia das duas meninas era normal e repleto de diversão. Na escola a menina era exelente as melhores notas
o tempo se passa 15 anos cursos , festas , 20 faculdade.

A jovem do Rio não era exatamente um exemplo de uma boa menina. Meteu-se com drogas e arruaças, mas o que realmente mudou a sua vida foi o flerte com a magia negra. E tudo começou no centro da cidade, quando ela e seus amigos tentaram usar de magia negra para enfrentar um demônio que possuía uma garotinha chamada Fernanda. Ela consegue acabar com o demônio, mas invoca outro pior, chamado Nergal, que leva a garotinha para o inferno, era um demônio muito poderoso. Veronica tenta salvar a menina das garras do demônio, mas escapa do inferno apenas com um dos braços dela. Ela acaba internada como louca, e sua irmã e seus amigos são amaldiçoados pelo demônio, e cada uma acaba caindo em desgraça ao longo de suas vidas , todos mortos e no inferno.

Mas a arrogante Veronica não deixaria barato e começa a se vingar e lutar contra os demônios e assim derrotando todos que estava em sua frente e sua fama estava elevada. Ao longo de suas aventuras no mundo do ocultismo, acaba reencontrando o demônio Nergal e se vingando dele. Mas, como em todas as suas histórias, suas vitórias ela sempre sai com um gosto amargo e por que aqueles que ela usa para atingir seus objetivos morrem de forma pouco agradável,o que deixa ela cínica e com um gênero de dar medo, pois perde muito de seus amigos desta forma.

Após ter derrotado Nergal Veronica admiradora de cigarros e de bebidas enfrenta um de seus piores inimigos: um câncer no pulmão. Ela recorre a amigos e aliados do passado para tentar uma solução mística para o problema, mas tudo que consegue é atrair a fúria de um demônio tipo que um líder um senhor dos Infernos, o Bicho Ruim…Sim, o diabo em pessoa. E ela conseguiu esta proeza para livrar seu amigo (humano), o cu-de-cana Renato de um pacto com o demônio, e faz o poderoso infernal tomar água benta (com fé verdadeira aonde conseguiu de um padre) na forma de cerveja e acaba escapando de uma forma malandra e brilhante, deixando os demônios putos da vida.

Veronica é capaz de enxergar aquilo que a maioria não vê. E sabe que, ajudando outras pessoas, pode alcançar sua salvação. Mas mesmo assim não consegue, porque não tem fé em Deus. Assim surge mais um demônio e Veronica a exorcista das trevas pode observa que esse demônio era indestrutível, e que estava atraz de um casal de jovens que tinha vendido a alma para ele , esse demônio tinha a missão de caçar Veronica. Veronica tinha dois objetivos se salvar e salvar o casal de jovens, e apois passar alguns dias num apartamento ali no centro, o demônio entra na casa e mata Veronica e o casal que ela defendia, o demônio oferece a ela um desejo apenas um desejo, ela poderia escolher o que quizer e ela escolhe em dar a vida de volta para o casal de jovens e o demônio acha justo pois ela era o maior objetivo do inferno e da a alma dos jovens de volta a eles e ja levando ela para o inferno junto com ele muitos anjos aparecem e o poder de Deus é mostrado a todos, os anjos paralisam o demônio e Deus puxa a alma de Veronica para o Eden (céu). E é assim, imitando a atitude de Cristo, que Veronica mostra que é necessário mais que sabedoria para alcançar a redenção. É necessário fé e auto-sacrifício mais o demônios era tão forte que ele devolve a vida dela, o demônio tira ela do Eden e trás ela pra terra e ainda por cima tira o câncer dela e grita "- Você terá muita vida pela frente e os demônios ainda vão te pegar".




Eduardo Teixeira




.

quinta-feira, 3 de junho de 2010

O técnico Cybercirugião, Um Deus da cybertecnologia - O conto


Um medico obscuro, nada que ele não posso curar no corpo humano mais nada que ele não possa arrumar , colocar um braço novo só que com uma nano espada , pernas novas que fazer andar como se fosse uma moto e assim por diante. Sempre em paz com a vida leva sua vida sem preocupações e seu trabalha é feito super bem e direitinho.
Um medico contratado para fazer paradas de bairro em bairro leva seus clientes a qualquer lugar para curar seu corpo tanto fisicamente como cybertecnicamente.Maneja as armas de fogo para se livrar das possíveis ameaças das criaturas , tendo um grande quantidade de armas a sua disposição. Passou a sua vida inteira na estrada a levar clientes para todos os cantos e desenvolvendo a mistura de homem e maquina. Jamais se preocupou com nada além da cidade mais próxima e do próximo cliente que tinha de pegar. Aprendeu muito com seus clientes de todos os tipos e costuma tocar violão para seus clientes como forma de entretelos. Além disso, aprendeu um pouco do manejo de espadas com seu parceiro e sabe empunhar uma arma de fogo com certa maestria. Se viu em meio a cidade cheia de pedaços dos seus antigos clientes que foram mortos durante um breve ataque de criaturas na cidade. Ele acostou ao pé da cidade para resolver alguns problemas com outro cliente que morava ali perto. Seu veiculo foi invadido pelos morto-vivos e destruído. Sua única opção foi adentrar na cidade para ter seu dinheiro de volta pelo seu meio de vida que era seu único pertence. Sua tecnologia medica. Assim se viu obrigado a ficar na quela região, vivendo lutando em uma cidade estranha, grande, má e dominada por forças incompreensíveis.




Eduardo Teixeira

quarta-feira, 2 de junho de 2010

SALVANDO ELA DO DEMÔNIO

((Esse conto eu tirei idéia de um filme: Jericho Cane (Arnold Schwarzenegger) um amargurado guarda-costas, que perdeu a mulher e a filha através de um ataque terrorista. Nos últimos dias de 1999, um de seus clientes, um banqueiro (Gabriel Byrne), sofre uma emboscada. Na investigação que se segue ele descobre a macabra trama de uma seita que espera pela chegada de Satã e deve proteger uma garota (Robin Tunney) que foi escolhida para dar luz ao Filho das Trevas.))




Salvando ela do demônio

Nasce na Cidade de Ouro um menino que ao crescer passo uma infância maravilhosa, repleta de alegria e virtudes que fazem Edgar Daxter um adolescente de orgulho. A sua adolescência estudou num colégio militar e aos dezoito anos virou soldado onde ficou até os vinte e quatro, quando saiu do exercito já tava com uma vaga na policia garantido. Os tempos passam tava difícil o trabalho do novo investigador da policia, ele se dedicava muito ao trabalho e pouco a família e o estresse é incontrolável Edgar Daxter perde seus pais que faleceram por velhice por morar muito longe não tinha convívio e passou um mês muito difícil mais nada que o trabalho não faça esquecer.

O tempo passa e como um experiente policial, era um cara alto e muito forte muito forte mesmo era fácil tirar as pistas de investigação dos suspeito o homem dava medo. A cidade estava sem controle e Edgar Daxter foi atacado por alguns vampiros aonde ele consegue escapar e derrotar eles , outro dia ele viu um dragão voando e em uma investigação ele ia ser mordido por vampiros e um homem lobo conhecido por lobisomem pelos humanos defende ele e o mundo se torna uma loucura e ele bebi bebi bebi para esquecer tudo.

O prédio aonde ele morava foi invadido e os mesmo vampiros tentaram achar ele , como não acharam mataram sua esposa e sua filha num ataque terrorista sem dó sem piedade. Tava muito difícil tentou se suicidar , virou alcoólatra e um alcoólatra dos piores , perdeu o emprego e virou guarda-costas de uma empresa com liberação do governo para agir com armas de altos calibres e com poder de investigação em cima dos seus clientes " é realmente uma empresa de futuro ".

Na investigação que se segue ele descobre a macabra trama de uma seita dos infernais e tem que proteger uma garota para que os demônios não consigam realizar. A garota é amaldiçoada desde que nasceu para dar a luz ao filho de Satã , a batalha é dura ele encara muitos demônios era perseguido tinha que se livrar dele até a 00:00 do dia seguinte. Ele conseguiu salvar a moça mais faltando vinte minutos é encontrado em uma igreja e o própio senhor dos infernos veio pessoalmente para finalizar o ritual, Edgar Daxter acerta tiros e o Satã se transforma em sua forma demoníaca e entra no corpo de Edgar para pegar a moça e termina o ritual, Edgar se aguenta e consegue ter forças para se controlar e o tempo passa e o relógio bate era 00:00 e ele tinha salvado a moça e ainda por cima da um tiro em sua cabeça para afastar o demônio. Edgar consegue salvar a moça mais pra isso doa a própia vida.







AUTOR: Eduardo Teixeira










Cronicas e Contos de RPG - Eduardo Teixeira

OUTRO CAÇADOR NA CIDADE DE OURO - parte 2



A cidade de Ouro, é uma cidade dominada por seres sobrenaturais , por conta disso a cidade sofreu com a violência e os crimes bizarros que aconteciam nela. A cidade é chamada dessa maneira, por ter sido uma cidade muito rica em minério de Ouro, alem disso guarda muitos tesouros conforme diz a lenda. A noite na cidade é perigoso até mesmo respirar perto de alguém , não à pessoas suspeita mais também não à em quem confiar. Um rastreador de monstro, como era chamado o caçador, se aproxima da praça solta o cigarro ao mesmo tempo gospe no chão " maldito cigarro barato " , caminhava em passos pequenos e curtos avistando uma pessoa na praça ali mesmo fica a observa o que a escuridão noturna tinha a oferecer para um caçador, mais ele não era um caçador comum, ele tinha dons e habilidade estranhas e para-normais. A mulher que tava na praça, avista ao longe um rapaz que vinha caminhando e a observa, não lhe dando muita atenção apenas diz:

-Boa noite

O caçador ouviu as palavras de uma mulher e vagarosamente se aproxima e pergunta se a mulher tinha isquero para começar o assunto e diz :

- Boa noite moça você tem isquero ai?

O caçador observa se seu microrastreador estava no bolso "tudo em mão". A cidade possui uma variação impressionante de seres sobrenaturais, criaturas, monstros e como for chamado, mais o caçador sempre esteve atento em relação a isso.

A mulher encara o homem de cima a baixo e diz:

- Que pena, parei de fumar ontem... é uma coisa séria essa de vícios!

O caçador suspirava fundo as suas mãos tremulas estavam escondidas nas costas , ele não tinha bebido hoje e o dia não tinha sido um dos melhores responde a moça e ela ainda o encarando percebe que ele não passa muito bem, pede fogo e treme tentando disfarçar com as mãos nos bolsos e dialoga com ele levantando uma sobrancelha.

O caçador diz :
- Tudo bem , sim esse vicio é uma coisas que tenho que parar , mais o que faz uma moça assim a essas horas pelo centro da cidade , as historias desse lugar correm pela boca do povo e são macabras.

A mulher diz:
- Olha, sou nova na cidade e estou conhecendo o lugar, tais boatos eu ignoro. Você está bem?


Contudo agora os humanos que lutam contra as criaturas estavam com uma verdadeira batata quente na mão, cada vez mais monstros lotavam a cidade. Os dois conversavam e a voz deles cortava no silêncio da desértica e isolada rua , mais também ja era tarde poucas pessoas comuns costumam ficar até essas horas.
O caçador apreciava a noite como nunca, as estrelas realmente são lindas de se olhar. Jonas como se chamava o caçador, tava com uma vontade de fumar mais deixa pra depois, pois não poderia acender o cigarro se já tinha pedido o isquero para a moça , confere se a chave do carro estava com ele " uffa !!! que susto esta aqui " e se foca nas palavras da moça fala com ela colocando as mãos nos bolsos e espera a moça responder com um sorriso. A mulher começa a achar a atitude do estranho suspeita, primeiro lhe conta sobre acontecimentos macabros e ainda assim tenta ser simpático "esse cara quer alguma coisa, normal ele não parece estar" pensa. Respira fundo.

O caçador:
- ahhhhh você é nova então?! Poxa legal seja bem vinda a cidade de Ouro, e não se assuste comigo eu estou ótimo é que meu dia hoje não foi um dos melhores , e ai me fala o que ta achando da cidade ?

A mulher:
- Até agora não vi nada de estranho na cidade e estranho você estar perdido também por aqui a essa hora...


Ambos estavam se conhecendo e ao mesmo tempo desconfiados um do outro.
O caçador ajeita sua magnum 44 negra para não mostrar que carregava ela " é minha companheira esta mais gelada do que nunca " dava mais uns quatro passos para se aproximar da moça passos pequenos, curtos e discretos e olha para ela e continua a dialogar ainda com o sorriso. A mulher lança um olhar desconfiado ao rapaz que tenta se aproximar e dá três passos para trás e ao mesmo tempo falando com o caçador esboçando um leve sorriso. Ela tenta se controlar para não perder a paciência em meio a conversa.

O caçador:
- Não-não eu sempre estou por aqui , gosto de ser amigável com as pessoas que frequentam a praça e sobre as historias eu também não acredito mais que são faladas isso sim. Mais não se preocupe não essa cidade é muito linda e você vai gostar.Qual é seu nome ???*

A mulher responde:
-É sim uma bela cidade, se todos forem tão simpáticos como você acredito que tais boatos sejam infundados. Pode me chamar de Gisele, muito prazer e você é....?

O agente tira a merda do seu cigarro barato do bolso sem mais e sem menos o isquero também e acende ele , observa a fumaça a caminhar pelo vento apos uma longa tragada e responde a ela que seu nome era Jonas e que ela sempre ia ver ela na quele lugar , e vendo a cena da moça se afastando marca-lhe profundamente e imagina " hum !!! será que é medo ? " e tenta explicar do isquero pra ela de uma maneira idiota falando que seu isquero tava no bolso traseiro. A mulher pensa "realmente ele tem outras intenções além de ser amigável, tinha a porra do isqueiro no bolso o tempo todo! Fala de histórias macabras e tenta se aproxima... Porque sou nova na cidade, não quer dizer que seja burra" ainda com um sorriso amarelo responde ao caçador que confiava em que eles iam se encontrar novamente pela cidade mais brinca em relação ao vicio deixando claro que isso traria a ruína do agente assim ela não se contendo dá uma risada gostosa. O caçador já imaginava que ela não ia acreditar no que ele falou em relação ao isquero "mais que se ferre" e ainda assim responde a ela destacando bem o nome dela na sua frase " deve ser uma humana " imagina o caçador e ela rindo também responde ele.

O caçador diz:
- Minha ruína ainda não esta pra chegar assim dessa maneira , acho que Deus tem pena de mim , meu ato de fé vai chegar um dia ao fim eu sei mais creio que ainda não é a hora. Sim vamos se ver muito por aqui Gi.

A mulher diz:
- Calma, não precisa se irritar afinal todos somos cheios de imperfeições e vícios, mas isso é ser HUMANO não? E pelo que vejo não tens muita vocação pra carola. Podemos a qualquer reencontro desses sentar pra curtir um BOM cigarro e quem sabe algumas doses pra relaxar.


O caçador faz uma oração falando baixinho essas palavras " Per signum X crucis, de X inimicis nostris libera-nos Deus X noster. In nonime Patris X et Fílii X et Spitiui Sancto X.Amen ". Assim Jonas o caçador solta um tipo de magia, um dom, para descobrir se ela é realmente humana , tendo total sucesso pode saber que ela não é humana e sim ser demônio do qual teria sua missão de rastreala , caçala e passar isso adiante perante outros caçadores. A mulher se incomoda com as palavras daquele rapaz patético e resolve ir embora e vira-se e começa a caminhar. O caçador segui ela. A mulher que foi descoberta pelo caçador percebe que está sendo seguida e ao virar a esquina desaparece por completo das vistas do rapaz. Sumiu!!!!

O caçador pensa "Vou pegar ela ainda! " acende mais um cigarro e da um gole no conhaque que carrega em um vidro térmico " vou continuar na praça perdi o sono e não consegui rastreala vou ficar de olho bem aberto " caminha em direção a praça e senta em um banco , estava nervoso o cigarro já tinha acabado e acende outro para matar sua frustração e assim outro , outro e outro... Talvez o caçador nem durma nessa noite.







Eduardo Teixeira





.

terça-feira, 1 de junho de 2010

UM CAÇADOR PERDIDO NA CIDADE DE OURO - parte 1


UM CAÇADOR PERDIDO NA CIDADE DE OURO

A nevoa densa atrapalhava a visão do caçador, ele realmente não via com precisão, caminhava a pois ter deixado sua suzuki VL 1500 cilindradas, uma moto muito potente. O caçador carregava consigo uma escopeta semi-automática calibre 12 e de cor negra, um punhal com dentes reverso imitando os dentes de uma cobra aonde a pos ter entrado na vitima não sai mais. Por fim sua companheira 9mm com balas de prata no pente e mais algumas granas. Um rapaz elegante, ele não era forte mais tinha um corpo definido e muito ágil.

Ele sabia que aqui era a Cidade de Ouro, aonde seu pai e outros da corporação de caçadores, homens treinados para eliminar monstros, e que estavam na cidade para roubá-la. Isso há oito meses atrás, agora seu filho mais novo (o mais velho tinha sido morto por um demônio)tenta resgatar seu pai, nessa maldita cidade.

O jovem caçador muda de idéia e volta pegar sua moto... Um problema... Cadê a moto???
A moto tinha sumido ela imaginava "Não!!! Como sumiu essa moto não vi ninguém, estão me vigiando só pode, tenho que tomar cuidado". Passos curtos ligava a visão noturna segurava uma granada incendiaria, isso era fatal para um vampiro, ele tinha uma bíblia ganha de um bispo, o bispo garantiu que ia afastar demônio assim tudo estava sobre controle.

O caçador passava na frente de uma radio, e pode observa vultos na janela, assim ele entra, sua lanterna de luz ultravioleta estava ligada, só pra garantir, vai que aparece algum sangue-suga.

- Olá! Posso ajudar? (Falava o homem que ele encontra dentro do estabelecimento)

- Quem é você? (O caçador apontava a arma para o homem)

- Sou amigo e não inimigo. (Ele se aproxima do caçador)

- Mais um passo eu te mato. (O caçador tava quase apertando o gatilho)


O homem sai correndo e nessa de sair correndo ele se transforma em lobisomem (garou), mais nada se via em meio à densa nevoa e escuridão. Uma moto passava pela rua o caçador corre até a porta mais já era tarde não deu pra ver se era mesmo a sua moto. Poderia ser outra quem sabe. Andava pelas ruas isoladas, sussurros e ecos davam pra ouvir constantemente, um odor muito forte que ardia o nariz, eram quatros corpos, todos esquartejados, sem cabeças, um até tinha cabeça mais estava pela metade, um tava sem as pernas e sem os braços e outros com as tripas arrancadas. Que cena horrível.

Dava pra ver de longe, uns trezentos passos tinham um grupo de pessoas. Será que era seguro ir até lá? Será que o caçador vai? Ele ficava a imaginar sua decisão. Não!!! Ele não foi, mas deu a volta pelos prédios e se aproximou e olhou com um binóculo de alto grau de tecnologia. Nada estranho, parecem pessoas normais bebendo, rindo e conversando. O caçador então se aproxima já se aproximando da um tiro na perna do primeiro homem que vê pela frente, não sabia se eram mesmo humanos até ver o sangue e o grito de dor. Todos se deitam no chão e perguntam para o caçador porque ele fez aquilo, o jovem nada responde, pois sente que tinha algo em cima de um poste apagado só olhando a todos. Ele mira a luz ultravioleta na coisa que estava lá. AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH. Um grito ecoa por todo quarteirão, era um vampiro, ele acerta vários tiro mais não adiantava e a coisa tava vindo e vindo NÃOOOOOOOOOOOO, faltava alguns passos para ela chegar até o caçador CABUMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM. A granada incendiaria era usada a tempo.

Os humanos falam:
- O que esta acontecendo? Somos novos aqui, viemos concerta a luz da cidade, essa cidade vai ser reconstruída de volta.

O caçador:
- Corram, e achem um local seguro, e proponho, se vocês amam suas vidas inúteis que saem dessa cidade essa coisa que eu acabei de destruir era um vampiro.

Os humanos falam:
- Não queremos ser pessimistas mais olha lá. (Apontavam para longe em direção à esquerda)

Um grupo que contando por cima era muito mais de dez, caminhando, gritando e cada vez vinha mais rápido, todos transformados em vampiros.

O caçador:
- Fudeu!

Muitos lobisomens chegam pulando de um prédio para o chão, estavam em minoria mais como pularam na frente do caçador e dos humanos, deu pra notar que era pra defender eles. Na cidade de Ouro não pegava celular, nem internet então era quase impossível um contato para fora. Os lobisomens, garous assim dizendo, ainda na frente dos humanos e olhando para os vampiros correm em direção dos sangues-sugas, o caçador pediu para todos correr e corre junto. Pêra ai. Ele parou no meio do caminho, voltou até certa parte e olhou uma batalha sangrenta aonde no final os garous ganham com muita facilidade.

Os garous acham o caçador escondido, não adiantava se esconder desses homens-lobos, era quase impossível mesmo estando dentro de uma lixeira podre e fedorenta, creio que o cheiro que a lixeira deixou no caçador espantava qualquer criatura. Já estava de manhã o sol não ia aparecer à cidade de Ouro não tinha sol. O caçador entra num prédio mais o mesmo tinha guardas, e pergunta para os guardas.

O caçador:
- Á moradores nessa cidade?

Os policiais:
- Sim, esse prédio é do estado, como os outros em nossa volta. Quem é você?

O caçador:
- Morador novo.

O policial acerta um tiro no braço do caçador!!!!!!

O caçador:
- AaAhiiiiiiii aaAaAaiiiiiiii!!!!! Porque fez isso???

O policia que atiro responde:
- Pra garantir, vem vamos curar isso.

O caçador:
- Ta doendo porra.

O policia de volta fala:
- Deixa de chorar, vem vamos curar isso.


Eles entram no prédio, e dentro do prédio curam o braço do caçador, mais a dor continuava até uma injeção de morfina e tudo tava tranquilo, ele dormia que parecia um bebe. Sonha que um homem falava com ele a noite e que morde ele. O outro dia olhava para todos os lados, aonde o caçador colocava a visão era um morto, resumindo todo o prédio estava sem vida, todos mortos a pergunta chave era; Porque ele não? Porque o caçador não estava morto?

Pega as suas coisas e sai pra rua.

O caçador resmunga:
- Ai que dor de pescoço. Hummmmmmmm. Estranho os lobisomens estão me seguindo.

A sede tava vindo, algo forte tava atentando o caçador era um sede horrorosa, sede por sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue, sangue e sangue.

Os garous se aproximavam rosnando parecendo lobos raivosos e famintos, um deles uivava muito alto. A mira. O tiro. Um tombo. Cada tiro era um tombo, as balas de prata eram eficazes e deixavam o caçador seguro. Mais agora ele precisava se alimentar e assim volta para o prédio e se alimenta dos corpos que ainda tinha sangue e estavam frescos. Era delicioso, bom de mais aquilo, aquele sangue todo. Já satisfeito, o caçador não sabe o que fazer, ele sabia que era errado aquilo mais os humanos já estavam mortos.

A cidade parecia ter acordado, homens em obras, a cidade cheio de helicóptero, humanos arrumando postes, canos e o chão de asfalto, tudo normal o tal prédio onde o caçador estava, tinha todos os tipos de policia e especialistas. Mesmo de dia, como já tinha dito aqui na cidade de Ouro não tem sol, os vampiros andam normalmente pela cidade, o caçador usando suas novas habilidades de vampiro, sobe em cima de um prédio e fica olhando tudo em sua volta. Olhava um homem diferente, era um samurai, e carregava uma katana junto, interessante essa cidade, o caçador pula até o chão. O samurai estava perto de uma arvore em plena cidade, uma árvore que estava cravada no cimento bruto da cidade urbana, uma verdadeira selva de pedra aonde vemos os prédios e mais prédios, asfalto e mais asfalto, e diante a todo isso algumas arvores. O samurai ataca o caçador o mesmo leva um tiro de escopeta na barriga.

O caçador fala:
- Porque fez isso?

O samurai a pos uma risada.
- Ou é você ou era eu, não? Esse sangue na sua boca quer dizer que já esta alimentado?

O samurai se mata! Foi uma cena triste e brutal. Uma chuva de tiros nas costas era motivo de correr e correr muito. Não dava pra ficar parado nessa cidade, parece que paredes tinham ouvidos olhos e boca...

Avia uma igreja na cidade, uma boate, hospital, becos e favelas sinistras, teatro, bares, necrotério, cemitério e muitos lugares para ser desvendado... O caçador acha uma casa abandonada e descansa para o amanhã...









AUROR: Eduardo Teixeira








.

UM CASAL QUASE QUE PERFEITO - LOG DA AVENTURA
























[10:06] Tissy Blackheart chega de volta na cidade e fica admirando o tal monumento que um dia ajudou a pixar , analisa bem em volta para ver se encontra alguem da sua laia ,faz um sinal com seus olhos buscando as sombras em sua volta , e com minha mente as chamo pra mim enquanto me distraio criando formas com elas

[10:19] Vibe Timeless caminha por um beco escuro da cidade na intuição de seguir até a praça, seus passos leves e curtos mostra uma exaltada fadiga, Vibe respirava por que queria respira mesmo não sendo obrigado para sentir o cheiro dos humanos no ar assim já avistando a praça senta em um banco e observa a todos que ali estão, o celular toca mais Vibe apenas desliga ele, pos seu celular ninguem tem o numero, assim continua ali sentado

[10:26] Tissy Blackheart continua ali parada , com seus sentidos aguçados , percebe que alguem vem vindo , e então se envolve em suas sombras e fica admirando aquele que parace ser um homem sentando num banco , nada faz apenas o admira, pensa ela enquanto o faz " roupa escura , pele muito clara cabelo estranho , humm será que achei quem procurava "

[10:40] Vibe Timeless ao ver toda a praça *- Hummmm. Não sinto cheiro de nada, a não ser, da quela moça ali perto da estatua* Vibe tinha acaba de falar baixo e pra Si ._. mesmo analisa uma situação “Vou até aquela moça, ela é familiar me lembro quando ela ia quebrar o braço de um irmão meu, vou até ela” caminha até a moça e fala *- Nossa olha quem eu encontro aqui, a senhora quebra-braços* começa a rir por alguns segundos e para

[10:44] Tissy Blackheart fita o olhar enquando ve aquele homem sorrir , analisa suas palavras e lembra-se do ultimo dia que teve aqui , se aproxima bem perto o encarando mesmo ,pergunta pro mesmo : Voce estava junto .. hummm então é um deles? ou melhor ou de nós ? fale onde voces se refugiam , melhor segura forte em seu braço e fala em tom forte como que se tivesse algo lhe domindo Me leve lá agora ande !

[10:48] Vibe Timeless se transforma em questão de segundos na sua forma vampirica, um nagajara, o puro terror em pessoas, uma forma medonha de dar medo. Vibe Timeless pega no pescoço da mulher apertando-o ao sentir-se ameaçado e não querendo mostrar-se menos que ninguém

[10:52] Tissy Blackheart ve a tentativa dele em te agredir , percebe que ele se transtornou com seu pedido de mostrar onde é o refugio dele então gargalha , Ei se acho que tava lidando com quem rapaz , vem continua o puxando pelo braço me leve lá agora , não quero mais perder tempo " temendo a chegada de alguem tenta arrasta-lo "

[11:00] Vibe Timeless fica parado no mesmo lugar olhando com um olhar mortal na moça que tentava puxa-lo e fala com sua voz grossa e roca *- Maldição. Quer ser destruída? Posso realizar seu desejo se é isso que você quer e depois comer sua carne* balança a cabeça de um lado para o outro *- O que você quer?*

[11:05] Tissy Blackheart solta o braço dele respondendo : Hummm agora voce fez a pergunta certa ? quem um ser da sua laia deve fazer a mim * o que eu quero * Alem de voce me levar onde é seu refugio ? isso é o começo ! colando seus corpo no dele quase colocando seu decote em seu rosto o resto depois eu decido.

[11:11] Vibe Timeless volta na sua forma humana, pega nos cabelos da mulher e fala baixinho em seu ouvido *-Desculpa minha falta de educação docinho, sou um nagajara independente, sou da raça dos vampiros independentes, nossa posso te levar aonde eu moro, numa boate abandonada, lá a gente conversa. Ok?*

[11:13] Tissy Blackheart estranha a forma delicada dele mais aceita o convite por que precisa de um esconderijo antes que alguem a perceba na cidade , pensa sera que todos nagajaras tão bomzinhos assim , mesmo estranhando , alisa seu rosto segurando o pescoço dele , vai me leve mais tem que ser rapido

[11:33] Tissy Blackheart segurando a mão dele salta la de cima como se fosse um animal, não entende dele falar de cheiro ja que viveu muito tempo nas sombras nem sente cheio de nada ,solta sua mão olhando aquele lugar obscuro como se fosse claro ja que seus olhos são acustumados a enxergar no breu , percebe que está meio sujo , mais serve , ja que não tem onde ficar , começa a caminhar e tropeça em alguns corpos , ou o que seriam corpos , restos , nem ela sabe ao menos , então para e olha pra ele respondeu seu nome : Tissy me chamo Tissy , tira sua capa jogando ao lado soltando seus cabelos coloca uma perna em cima da mesa e começa a ajeitar sua meia calça murmurando : Droga rasgo ! ei me fale onde posso conseguir algumas roupas aqui

[11:44] Vibe Timeless morde os lábios e fica a olhar a moça ali, se aproxima dela e quando chega pertinho dela fala em seu ouvido *- Sim eu sei aonde arruma roupas mais vamos esquecer isso por enquanto T-E-Q-U-E-R-O* começa a passa a mão em sua nuca e leva seus lábios em direção ao lábios dela ao mesmo tempo chuta uma cabeça em decomposição para longe *-Nossa vem pra mim vem*

[11:49] Tissy Blackheart sente que ele se sentiu atraido , vai com a boca em direção a dele , mais devia e ao inves de beija-lo lhe morde o pescoço e fazendo apenas um pequeno corte , segurando com suas unhas , as crava na cintura dele , usa sua força de lasombra e o joga em cima do palco que tem ali enqaundo ve alguns corpos destroçados fita o olhar nele sentando em ciam do mesmo , fala : Acha que será facil assim ? passando a lingua mostrando seus dentes sujos de sangue no seu rosto.

[12:00] Vibe Timeless da um tapa no rosto da mulher tirando-a de cima de lê, rasga as roupa da moça(Tissy) pega nos cabelos dela falando *- Vem ser minha dona, vem sua cachorra, safada,vem minha putinha veemmmm * Vibe tava muito bem alimentado, o sangue que corre em seu corpo estava abastecido, assim tira a também “a filha da puta me mordeu, tudo bem, estou bem alimentado sem risco vou confiar nela”

[12:13] Tissy Blackheart com suas mãos envoltas das roupas rasgadas , ve que ele a derruba no chão e se poe em cima dela , tentando engana-lo sussura : que voce quer de mim ?

[12:16] Vibe Timeless começa a beijar o pescoço e a boca da vampira, começa a passar a língua em seus peitos, aqueles peitos durinhos e em pé *-Hhummmmmm delicia. Ta gostando ta? Delicia* A língua desce até na parte mais intima da vampira

[12:20] Tissy Blackheart sem qualquer tipo de reação deixa -se levar pelo vampiro , ja que não ve escolhe pra ela cede as vontades do vampiro temendo por ele ser um nagajara e querer depois comer sua carne

[12:25] Vibe Timeless faz a sua vontade e termina o serviço, fazendo um ótimo serviço tudo acontecia com naturalidade uma amor entre vampiros, não digamos amor porque talvez eles não tenha sentimentos. Ou tem? Prazer apenas o nagajara tava sentindo... No final de tudo os dois ali no chão o nagaja Vibe fala *- Fica comigo! Vem morar aqui comigo, vem ser independente comigo, a biblioteca é nossa é aonde eles moram a gente pode ficar aqui nessa boate desativada... Um otimo lugar*

[12:32] Tissy Blackheart sente que ele obeteve o que desejava , ela era seu objetivo , o por que , sem entender , ouve as palavras dele a chamando para viver ali , sem ter muita escolha , pois tinha comtido um crime e tava fungindo para não ser banida de vez da sua não vida , talvez se juntando a ele , quem sabe ele a protegeria , tissy apenas aceita , se cobrindo com a capa que ele tiro , cala-se e entra em transe chamando as suas sombras deixando elas a nos envolver , coloca sua mão sobre os olhos dele para que os feche , sussurando , precisamos descansar agora .

[12:38] Vibe Timeless pega na mão da vampira e antes de descansa diz *- Amanhã te levo na biblioteca e te dou uma bolsa de sangue, tenho um pedaço de carne de uma mulher que matei com uma caneta, bom... Bom vamos descansa*





Nomes real: Eduardo e Thais
Nome dos personagens: Vibe e Tissy

UMA VÍTIMA E DOIS AMIGOS







Dois amigos, um era mago e outro vampiro independente. Mateus era o mago, ser mago é utilizar as esferas mágicas, são chamados de “despertos” e alteram a realidade de acordo com a sua vontade. E o outro era Álvoro o vampiro independente, ser vampiro independente é ser livre de seitas, são vampiros em primeiro lugar e depois são membros de um clã, um vampiro independente é geralmente um coringa, desprovido tanto de políticas de seita quanto de regras de clã como diretrizes básicas para se predizer seus comportamentos.

Os dois amigos caminhavam pela cidade e chegam na praça, aquela maldita praça! A praça? è o Coração da cidade que nunca dorme. Um lugar onde riquezas e ambições para aqueles que gostam de Drenar os lucros que puderem, são abundantes. Para aqueles que são espertos e sagazes, é um excelente lugar para se chamar de um bom local para se frequentar, mas apenas se tiver absoluta certeza que pode coexisti no meio de Tubarões. A praça sempre esta bem movimentada de todos os tipos de criaturas que você possa imaginar, talvez de inicio não apareça , mais é assim que funciona. Não se engane não se deixe levar!

O mago se aproximava de uma mulher, e pergunta se ela poderia ajudar, enquanto isso o vampiro já tinha múltiplos pensamentos maléficos. A mulher pergunta no que poderia ajudar, e o mago fala que quer diversão, a mulher já percebendo algo de errado fala que não pode ajudar nisso, o mago fala que não esta pra ela decidir se quer ou não. Havia mais um vampiro observando tudo, era um camarilla, o mesmo some rapidamente pelas sombras.

Os dois amigos puxão a jovem pelos braços e leva ela rumo à capela dos magos, Álvoro por ter preferências a atos mais de carnificinas, ria do mago e falava que tinha que aprender umas regrinhas de etiqueta com ele. Piadinhas são ótimas em momentos assim! Quase no castelo... O mago pediu para mulher ter calma que tudo vai ficar bem, assim deixando ela mais relaxada. Quando eles chegam ao castelo chamado de capela pelos magos, o mago avisa para seu amigo vampiro e para a prisioneira ficarem a vontade. O que? Prisioneira? É sim! A mulher era uma prisioneira! Muito bom ela ter relaxado, mais ela não tinha acreditado neles desde o começo. Assim os dois amigos, o mago e o vampiro mantêm a mulher de prisioneira no castelo.







Autor: Eduardo Teixeira





.

Cenário - À Cidade de Ouro






À Cidade de Ouro




" A Cidade de Ouro é um cenário caótico, uma cidade de terror e medo, onde a luta pela sobrevivência ocorre a todo instante. Ninguém está a salvo ou é um inocente em meio à Guerra Oculta. Ninguém sairá ileso ou esta imune aos efeitos causados pelos conflitos que ocorrem nos bastidores. A linha entre o Bem e o Mal é muito tênue e, às vezes, a diferença entre ambos se torna quase inexistente".


A Cidade de Ouro foi descoberto à dois séculos, quando exploradores, na sua maioria humanos, chegaram, a cidade já foi muito diferente do que é hoje, os tempos mudaram e agora a cidade é civilizada por todos os tipos de criaturas. As pessoas dessa cidade são reclusivos, vivendo enclausurados entre muitos prédios; A noite e o dia , pode-se ouvir as almas vagando pelas ruas. Você não escuta?. Nos tempos atuais, inumeráveis e indesejáveis forasteiros tentam cruzar os territórios da Cidade de Ouro e são recebidos com ataques mortais, bom nem sempre nem sempre... Em resumo, a cidade é conhecida entre os forasteiros e conterrâneos como À cidade escura.

A Cidade de Ouro é um mundo perigoso, cheio de ameaças grandiosas... É atormentada Por: Infernais, Vampiros, Garous, Celestiais, Dragões, Hunters, Nekos, Magos, Elfos e outros. Um verdadeiro cenário de terror. Os mistérios que rondam essa cidade fantástica são muitos e um deles é sobre o cemitério, moradores dizem que o lugar é maldito , espíritos percorrem pelo cemitério à noite, é normal escutar os gritos e sussurros vindo da quele lugar. Temos também outro local, Á praça. Á praça da cidade é outro lugar comentado è o Coração da cidade que nunca dorme. Um lugar onde riquezas e ambições para aqueles que gostam de Drenar os lucros que puderem, são abundantes. Para aqueles que são espertos e sagazes, é um excelente lugar para se chamar de um bom local para se frequentar, mas apenas se tiver absoluta certeza que pode coexistir no meio de Tubarões. À praça da cidade, não confie em ninguém na quele lugar.

Mas a verdade é que essa cidade existe e mais verdadeiro que isso são os seres que andam nela... Ou melhor, à cidade é habitada pelos mais esquisitos, perigosos e inimagináveis monstros. Monstros que causam medo em toda a população, criaturas capazes de fazer o Huck parecer um mero bichinho de estimação, tudo nessa cidade é realmente inexplicável. Mas o lugar não é apenas uma complexa e intensa morada de criaturas hostis, lendas dizem que essa cidade abriga um imenso tesouro, tão grande que quem encontrasse compraria mil castelos e poderia se aposentar pelo resto da vida. Apenas lendas. Outra lenda é que a cidade foi esquecida pelos Deuses e que até o sol levaram. À cidade é escura, aqui não à sol, apenas escuridão e uma névoa densa, somente com um olhar mais profundo se é possível perceber tamanha imensidão.

Essa cidade sofre uma guerra urbana violenta, sangrenta e sem fim!

São poucas as pessoas que se arrisca nessa cidade, e os que são tolos o suficiente para fazer isso, raramente voltam, e se voltam, não voltam ilesos. A maioria volta enlouquecida ou perturbada, descrevendo criaturas bizarras, cenas horríveis ou contando como seus companheiros morreram, das maneiras mais bárbaras e violentas possíveis. Realmente à um mal que assola à cidade, um mal que precisa ser contido, por isso esta numa guerra sem fim.

Tenho pena de quem se aventurar por essa cidade maldita, encontrarão: Infernais, Vampiros, Garous, Celestiais, Dragoes, Hunters, Nekos, Magos, Elfos e mais uma horda de criaturas que você não irá ver nem nos piores pesadelos.

A cidade de Ouro espera você, venha à muitos lugares vagos no cemitério da cidade...





Autor: Eduardo Teixeira

domingo, 30 de maio de 2010

AS AMAZONAS E UMA CRIATURA QUASE MORTA

((DEDICO ESSE CONTO AO PERSONAGEM Bluerose Bonetto, E PARA TODAS AS JOGADORAS AMAZONAS E SIMPATIZANTES)).






AS AMAZONAS E UMA CRIATURA QUASE MORTA


"Lindas mulheres, contendo uma beleza mortal, talvez possa até pensar numa boa e interessante cantada (kkkkkkkk), até que uma flecha atravesse seu pulmão e uma lança afiada entre em seu crânio. Lindas mulheres não? (kkkkkkkkkkkkkkk)"

No meio da floresta, essas jovens garotas andavam, são ótimas observadoras e enquanto sua habilidade com o arco rivaliza com perícia dos ladinos, as amazonas também se especializaram no uso de lanças e outra arma de arremessos além do combate corpo-a-corpo. As garotas estavam vestidas em uma confusão de peles de couro. Cabelos curtos e outros longos, escuros e outros claros, rostos lindos e decididos. Seus olhos olhavam atentos para todos os lados da floresta, não perde de vista nenhum movimento. De uma coisa elas tinham certeza "conhecem a floresta com a palma das suas delicadas, quer dizer... Eu disse delicada?... Apenas palmas das suas mãos que não tem nada de delicado". Uffa, se umas amazonas me ouvissem falar assim, me crê que não estaria mais aqui... Enfim, continuamos...

As guerreiras não viram nenhuma caça decente. Um barulho! De novo! e de novo!!!!! Uma criatura saiu dos arbustos repentinamente pulando em cima delas. Elas conseguem escapar e ficam de frente pra criatura. Elas nunca tinham visto aquilo, tudo no mundo tinha mudado, não poderia ser verdade, elas já tinham visto lobisomens, dragões, vampiros, demônios e outras criaturas que pessoas normais não veram nem em seus piores pesadelos... Mais agora podem se deparar com uma nova criatura... As amazonas são excelentes no combate a distância. A lança, e é claro, o arco e flecha, são suas armas preferidas. Os efeitos mágicos que elas conseguem produzir com tais armas superam qualquer inimigo. Bom, qualquer arma de ataque a distância se torna mortífera nas mãos de uma Amazona... É isso, mais será que uma criatura nunca vista antes elas ia conseguir deter?

A criatura/monstro tinha o tamanho de um urso e coisa se erguia sobre quatro patas, ou melhor, quatro braços humanos costurados em seu corpo e envolvidos com couro negro e metal. Nos locais onde aparecia a sua pele, as amazonas podiam ver profundos cortes na criatura. Veias que pulsavam com o sangue negro, criatura virou sua enorme cabeça, uma gigantesca boca cheia de dentes parecendo um tubarão, deformando o que teria sido uma cabeça humana que tivera os olhos e o nariz cobertos com uma placa metálica escura. Da boca da criatura escorriam fios negros de sangue. Maldita criatura, nem nos filmes de terror a criaturas assim.

"Dessa vez as amazonas tremem suas pernas, mais também, se colocasse o homem aranha mais o super Mem te garanto que eles também iam tremer. Talvez não, mais que ia sonha a noite isso sim (kkkkkkkkkkk). Até os super-heróis sonham."

As amazonas tentam escapar mais a criatura com grandes pulos e se apoiando pelas árvores cai em frente a elas, estavam em quatro guerreiras, e no momento uma caçada por uma refeição se transforma em uma diabólica e maldita fuga. Elas miram lançar e flechas a ponto de a qualquer momento acerta a criatura. A criatura rosnava muito alto. A batalha começa com um tiro de flecha certeiro, o arremesso de duas lanças... Não adiantava a criatura estava de pé e com um pulo derrubava uma delas do qual escapava rapidamente deixando a criatura mastigar sua armadura. Uma ainda arisca pular em cima da criatura e enfia a espada múltiplas vezes, a criatura derruba a jovem guerreira, na sequência uma leve mordida que arranca o braço da guerreira, então uma chuva de flecha caia sobre a criatura.

A criatura se afasta enquanto digeri o braço já moído em sua boca. Uma divisão rápida acontecia, enquanto uma curava o ferimento da companheira as outras duas distrai a criatura usando toda suas habilidades. Todas eram jovens e estava aprendendo, novas mais como uma guerreira amazona, elas não disistem e continuam a luta... Uma flecha paralisante, não adiantava e então um combate corpo-a-corpo com a besta era travado, a besta que tava mais para um enviado do inferno acontecia sem possibilidades de uma vitória, o combate corpo-a-corpo desgastava as guerreira, até que a criatura se afasta de novo, muito sangue escorria da criatura, mais nada adiantava, pois ela se regenerava.

Nada tava definido ainda, as amazonas invocavam ilusões para distrair a atenção da criatura, a líder comenta: - "Somos criadas usando armas exóticas e desenvolvemos habilidades únicas, essa floresta é nossa casa e não dessa criatura. O erro de nossos inimigos ao serem atacado de longe é imaginar que não estamos preparadas para o combate corpo-a-corpo, ou porque somos mulheres somos indefesas, vamos matar essa besta demoníaca". Essa batalha tornou o grupo feroz e independentes, e loucas para destruir a criatura.

A criatura estava sendo controlada por ilusão que era um poder dessas jovens amazonas e assim levaram a criatura para um penhasco e por fim a fizeram cair lá em baixo-o-o-o-o... Quando olharam para baixo do penhasco, que continha uma altura sem duvidas alta, digo alta mesmo, olhou para baixo, a criatura tinha sumido feito um passe de mágica. As guerreiras na volta para casa, ainda levam dois enormes javalis para o banquete, eles merecem muito repouso, pois esse dia será lembrado. O medo e a incerteza da sobrevivência fizeram parte de um longo dia para essas jovens amazonas, que lutaram com um monstro terrível e jamais visto. Isso será um conto a ser lembrado pelas canções das futuras gerações, uma canção onde as vidas das amazonas seriam os versos e que a quase vitória da criatura seria o tema.








Eduardo Teixeira






.

PERFIL DE UM GUERREIRO



"DIZEM QUE ELE É UM SANTO OUTROS DIZEM QUE ELE É UM ASASSINO , QUAL DOIS SERA ???:
>>> NA VERDEDE UM POUCO DOS DOIS "
Nome: Dulupindo Zuta

Idade: 30 anos

Família: Pretende encontralos no céu .

Tipo físico: tem uma aparência bonita mesmo seu rosto sendo tampado sua imagem refleti com seu bondade e honra , tem um corpo forte e malhado devido os treinos pesado considere Du um poderoso aliado do bem.

Atributos espirituais: Chamado de CAÇADOR DAS TREVAS pela igreja católica aonde seu nome corre o mundo nos segredos ocultos da igreja.Acredita em Deus e que tem o dever de destruir o mal na terra . Lembrem-se sempre do SINAL DA CRUZ, pois ELE OS PROTEGE em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo....digam assim:
Per signum X crucis, de X inimicis nostris libera-nos Deus X noster. In nonime Patris X et Fílii X et Spitiui Sancto X.Amen.
Fobia (medo): Nada teme estando no lado certo, pois se Deus é por mim quem será contra mim?

Traço de comportamento: Uma pessoa seria,vive como uma pessoa comum no meio da cidade Lendas Urbanas , vive nas horas que não esta caçando seres em muita armônia mais em compensação nas horas de batalhas ou caçadas só suas armas são sua companheira e ela vai decidir quem deve morrer , como um belo caçador pode sentir o karma das pessoas.
Qualidades : Proteção da humanidade , humilde , corajoso , determinado , ótimo controle sobre armas de fogo e armas brancas, patrono: igreja católica

Defeitos: Bebe bebida alcoolica nas noites de solidão com muita frequencia , fuma muito cigarro , extinto mau morado , não é fácil de fazer amigos , se irrita facilmente, odeia e não se acostuma com a tecnologia.
Inimigos de outras raças: Todos os seres maléficos , todos os monstros , todos que estão destruindo a humanidade .

Objetivo: é expulsar as forças das trevas , lutar contra o mal e defender a humanidade.Se falhar??? Aceitarás uma Derrota Honrada - se for derrotado será uma morte honrada pois lutou por justiça , lutou pelo bem da humanidade e sua caminhada não será em vão.

Armas : Uma espada de prata e uma magnum 44 negra oito balas.
Itens que carrega com sigo : Datapod , cigarro , isquero ,

Magias principais: *Feitos de Força */ *Defesa Perfeita* /*Perícia de Combate*/ *Persuasão / * Feitos de Fé / *Habilidades Psicológicas / * VISÃO DA VERDADE / *Prontidão*

Habilidades: não sente dor / pode ouvir e ver de até sentir o cheiros de longa distancia /ótima mira / Domínio de armas - Essa habilidade da o privilegio de dominar qualquer tipo de arma branca e de fogo / ver sinais e traços de criaturas sobrenaturais .

Histórico do personagem:

Yosuke como chama o sábio samurai,cresceu numa comunidade muito grande no Japão, alem de ter uma população grande era temida por pertencer aos famosos samurais. Suas imensas plantações e suas fazendas contendo cavalos, ovelhas, vacas de leite e outros era se admirar. Tinha os templos e a casa de Yosuke era perto do templo aonde seu pai ensinava as magias sagradas aos samurais dizem que só os samurais preparados poderiam aprender as magias mais fortes e letais e Yosuke sempre observava seu pai um grande mestre samurai. A mãe de Yosuke morreu quando nasceu o irmão casula chamado kiaw nome de originário de um antigo samurai amigo do seu pai.
O pai de Yosuke contava as historias de batalhas contra homens lobos e vampiros, os treinos com Yosuke e seu pai eram diários por tanto Yosuke ficava aborrecido por não poder brincar igual um menino normal mais sabia que tudo isso era importante, pois um dia também seria um mestre samurai igual seu pai .Yosuke amava seu pai e seu irmão que eram sua família o irmão de Yosuke era cuidado por sua avô e Yosuke era mais ligado ao seu pai então aonde o mestre Raging Eagle vai Yosuke vai atrais Yosuke já estava aprendendo magias tendo só 13 anos de idade já sabia controlar sua mente como não sentir dor.Yosuke também ja fazia magias com sua espada como fazer ela pegar fogo com magia espiritual , fazia terremotos enfiando a espada no chão e estava aperfeiçoando cada vez mais suas habilidades.
Certo dia houve um ataque na comunidade, um ataque inexplicável de vampiros aonde os samurais derrotaram mais de 10 vampiros eram 15 pelo que eu me lembre mais foi uma sangrenta batalha, pois muitos samurais se machucaram e alguns acabaram falecendo tudo foi tão rápido mais Yosuke muito esperto e corajoso pode observa de perto tudo e guardando raiva desses seres malditos se proponha a treinar mais. O segundo ataque foi um samurai possuído por um demônio mais foi destruído rapidamente e nenhum mal causou a comunidade com apenas uma magia que saiu da espada do ancião destruir totalmente o samurai possuído, era a única chance de sobreviver matando ele e o ancião era tão poderoso que fez com muita facilidade e Yosuke pode mais uma vez observar tudo de perto.
Agora com 20 anos Yosuke já dominava a espada e a mente samurai, magias eram feitas com facilidades e defendia seu pai e sua comunidade.Tinha um exercito de vampiros que invadiram uma cidade vizinha então foi feito uma seleção dos samurais mais fortes e mais preparados que partiram em direção a cidade destruir os vampiros e o pai de Yosuke ficou juntos com mais 4 anciões só eles já eram o suficiente pra destruir qualquer exercito então a comunidade estaram em paz.Chegando na cidade estava vazia pois era tarde de mais perguntando para os poucos que restaram mostraram ao Yosuke e a todos os samurais a chacina que fizeram na cidade tinha mais de 40 cabeças na praça da cidade. Yosuke voltando pra casa apois dois dias de cavalgada pode se deparar com outra chacina, pois a comunidade dos samurais tinha sido alvo da chacina desses seres das trevas. Yosuke correu ver seu irmão que estava decapitado junto a sua avô , então correu ver seu pai que estava sem os dois braços ainda deu pra ouvir as ultimas palavras de seu pai " Lendas Urbanas destrua destrua destrua pois lá é o inicio de todo o mal do universo faça isso por seu pai por sua mãe e pelo seu irmão que te amava é ... apenas o bem , só ergue a espada quando for para mata um ser maligno seja honrado como um samurai e usa todo o seu poder para caçalos e destruilos ". Yosuke ficou em estado de choque por mais ou menos 24 horas quando acordou fez sua mala e se preparou para partir viajem.
Yosuke treinou 10 anos para ir pra Lendas Urbanas muitos samurais estão la , Heróis e Justiceiros contendo seus código de honra e lealdade.Yosuke com 30 anos tem uma aparência bonita mesmo seu rosto sendo tampado sua imagem refleti com sua bondade e honra, tem um corpo forte e malhado devido os 10 anos de treinos pesado considere Du um poderoso aliado do bem, não tem medo de nada e sabe que um dia vai encontra sua família de volta e vai abraçalos com muito orgulho. Nas horas vagas Yosuke vive normalmente em Lendas Urbanas , como um cidadão comum tendo seu código de honra e lealdade algo que carrega em seu peito é o que fais o samurai ser tão forte e honrado isso deixa Yosuke muito feliz por trais estilo samurai de honra.O mundo será um lugar bom Yosuke não quer vingança apenas vai caçar todos os seres malignos por proteção ao mundo e por honra o pedido de seu pai.
Os anos se passaram e a lista de caça de Yosuke era imensa e os vampiros na época se reuniram num gigantesco complô contra Yosuke e os vampiros descobriram aonde Yosuke morava ( se escondia ) e num ataque contendo 35 vampiros foi impossível ter uma vitória , Yosuke foi capturado e transformado em vampiro e sua mente foi feito uma lavagem celebral estilo feitiço ou magika podemos dizer.Agora vendo o mundo com outra visão sua cede por sangue era imensa mesmo assim se escondia usando a mascara como chama os vampiros para não mostrarem a humanidade a sua existência.
Yosuke adquiri muita força e apois 2 meses como vampiro já era temido ao ponto de ser perseguido por outros vampiros conhecido como SABAS , num luta que ouve numa madrugada fria e agitada Yosuke é surpreendido por 4 SABAS foi muito fácil derrotalos "são inúteis e inofensivos " assim pensava Yosuke ao sorrir com a destruição deles o problema foi que muitos humanos viram isso deixou Yosuke muito desapontado aumentando seu ódio de ser vampiro.
Voltando ao passado Yosuke conhecia um mago poderoso , um ancião eutanato , nossa aquele mago fui um dos únicos seres que dava cala frio em Yosuke. O mago eutanato destruía qualquer ser com sua magika e o antigo samurai tinha orgulho de ter conhecido mais agora ele era inimigo ( no bom sentido ).O mago eutanato estava caçando Yosuke e tentando trazer de volta com uma vacina magika anti-vampirica aonde o mago retira a Quintessência do sangue vampírico, o que o torna sangue comum, e retransmite, purificado, para o corpo do alvo , mais tem que ser o quanto antes pois se demorar e o tempo passar e o vampiro se acostumar com seu alimento novo pode haver uma mistura de paradoxo+força do habito vampirico que impedi a vacina anti-vampica de ter sucesso.
Um dia chuvoso aonde os trovoes tomavam conta do barulho ,o mago ancião eutanato se levanta meio que com preguiça pega seu punhal e afia na pedra de amolar ao mesmo tempo pensando na missão de extermínio do qual não gosta de chamar assim " a vitima é uma boa pessoa e meu amigo , desgraçado tinha que virar vampiro " então o mago segui em direção ao Yosuke , o mago era mais esperto do qualquer outro ser já sabia aonde Yosuke esta escondido.O mago estava vigiando Yosuke " ele esta atrasado são exatamente 23:45pm e ele ainda não saiu , mais quinze minutos e vou esquecer toda minha política de sutileza, vou entrar la e termina a missão " e quando era 00:00 Yosuke sai de seu esconderijo uma casa velha e que pela primeira impressão é muito assustadora e o mago joga uma magika que deixa a vitima ou o ser inconsciente e amarado como se fosse uma corda magika e ao mesmo tempo aplica a vacina-anti vampirica acende um cigarro e espera até ver o por do sol junto com o Yosuke era impressionante vendo o lindo por do sol e o que mais agrada o mago é ver que a vacina deu certo e agora Yosuke era é um humano de volta e o mago tira a corda magika de Yosuke.
O despertar de Yosuke não foi agradável ela tinha perdido a memoraria por efeito da vacina , e tenta matar o mago e a única solução era dar uma segunda chance para o espírito de Yosuke e como os eutanatos ( magos da morte tem esse poder ) tem o poder de controlar o destino dos espíritos o mago respira como um deus e uma luz o envolve Yosuke uma luz dourada como se reconhece-se
sua força : o direito de fazer o que os magos da morte fazem.O corpo de Yosuke cai no chão pois para os magos a vida é como um ovo e as cascas se quebram , o espírito que é puro e verdadeiro.
Bom recomeçamos do zero de volta , agora numa cidade linda no ano de 1979 uma grande metrópoles nasce um lindo bebê do qual seu nome era Dulupindo apelidado de Du apenas escolha de seu pai.Du morava com uma família de classe média e tinha uma vida normal escola , curso , futebol e família.Era filho único pois seu irmão que estava pra vir faleceu ao nascer então os pais de Du não queriam mais ter filhos , a família de Du era muito religiosa vendo por um todo avos , tios , primos etc. Dulupindo tava crescendo e com 10 anos pode ver uma visão de um anjo e isso ocorreu com freqüência até completar 15 anos Du não tinha medo e decidiu virar padre e satisfazer o pedido da sua mãe.
Os anos se passaram agora Du era padre e representante do clube de desabrigados da comunidade um padre recente em sua profissão ainda via a visão do anjo em seus sonhos e sentia seguro e protegido mais não sabia o que tinha por vir.Du fui chamado por um possível caso de um demônio ter entrando no corpo de uma moça , foi um choque aquilo era muito terrível e Du não sabia o que fazer se passou uma tarde inteira a moça presa Du tentando usar o que sabia mais não adiantava ,e chega na casa um homem desconhecido com sobretudo preto e pedi pra todos saírem do quarto e quando sai do quarto tudo estava resolvido mais ao sair do quarto o homem olha assustado para Du e fala * meu Deus * e fica um minuto parado sem reação olhando para Du.O homem sai ao se despedir da família e Du não pode entender o que era aquilo e não conseguiu dormi a noite e no dia seguinte o bispo veio falar para Du que estava sendo perseguido por alguns vampiros era muito difícil acredita e mais uma noite Du não dorme e muitas visões aparecia de sua mente , demônios , de vampiros e de lutas sangrastes ...
Du tinha indo visitar o bispo e estava em sua casa quando o pior aconteceu um vampiro entra na casa gorando a morte do bispo dando um soco e jogando o bispo muito longe Du entra em estado de fúria e já não era o mesmo parecia outra pessoa correu em direção ao vampiro ao pega uma espada de prata que estava na parede do bispo.A luta não demorou muito Du corta as mão do vampiro primeiro com muita agilidade não deixando ele fugir corta sua cabeça fazendo o vampiro se transforma em cinzas. Apois matar o vampiro uma voz avisa Du que tem mais vampiros la fora e derrepente Du se DESPERTA AO MUNDO e pode se lembrar do passado , sai rapidamente correndo e quando volta buscar o bispo inacreditavelmente trais enficado na espada 3 corações de vampiros e fala ao bispo * vou ficar com sua espada de prata de presente , daqui pra frente não vou ser mais padre eu me demito*
o bispo reponde * posso ver você cercado de anjos , vai com Deus meu filho * assim Du volta pra casa e a voz volta a falar que tinha uma pessoa perseguindo Du , aonde dibla e consegui pega a pessoa por trais colocando a espada na sua nuca perguntando o porque estava lhe seguindo e o mesmo responde * vim te trazer a encomenda que meu mestre deixou pra você a 20 anos atrais eu sou discípulo dele * e entrega uma arma magnum 44 negra modificada oito balas só para colecionadores existem apenas 10 no planeta igual a essa.Du ao pegar a arma nem pode observa como o homem sumiu , inacreditável , impossível ele sumir dessa maneira ,Du vai para casa da sua família estava a 3 quadra de distancia e podia ver os bombeiros , ambulância e vários carros de policia pois era lamentável a casa de seus queridos pais tinha pegado fogo.
Assim começa a historia de Dulupindo o caçador das trevas como ficou conhecido pelos segredos ocultos da igreja. Du aprimorou sua força em um ano e já tava muito forte seres das trevas temia o caçador das trevas , teria que lutar com o coração puro para ter seus dons e proteção divina.Numa madrugada Du salva uma moça linda moça do qual se apaixona e vive ao seu lado por dois anos sua linda e amada se chamava Ketlin , que foi mordida por um vampiro que queria se vingar de Du , ela se transformou numa vampira com uma sede incontrolável de ter o sangue de Du e transformado também.Du teve que caçar sua própia amada até que conseguiu , ela tava tomada por sede de sangue, Du olha para ela, imobilizada no chão de joelhos, com olhar de medo em direção a ele.Ele reflete sobre o que esta havendo aqui: "será que ainda há tempo? Será que não existe outra forma de sauva-la? Ela não tem culpa sua essência fora corrompida ".Ele por sua vez sabe bem a resposta de suas indagações e elas são as piores o possível, as lágrimas fecham seus olhos, ele se concentra e retira sua arma do paletó, esta tão indesejável companheira e esta noite ela se encontra ainda mais fria, gelada.
Ele resignado se inclina para ela que o evita se afastando, a imagem dela se afastando o marca profundamente, a mulher que ele sempre amou e foi fiel agora o teme, e com razões para tal, mas tanto ele quanto ela sabem bem o motivo disso. Agora os olhos dela brilham com força negra, e ele reconhece que a mulher que já amou morreu a muito tempo. Ela não reage.* Juro meu amor, vou matar o demônio que a sentenciou e eu vou puni-lo *Ao dizer isso ele se levanta com lágrimas deixando seus olhos com um brilho de amargura e revolta, seu braço direito leva sua arma ate seus lábios e ele sussurra: *Seja mais uma vez minha justiça*.Du beija a arma, e volta a ser só mais um homem amargurado, olha para o lado enquanto sua arma se vira para cabeça da vampira, ele sente o tambor girar e o gatilho ficar mais duro,e atira com uma bala 44 explosiva na cabeça da sua amada , e sem que ele espere o som ecoa por todo galpão que fica no quais, logo seguido por algo caindo pesadamente e mole no chão. Quando a coragem permite que ele olhe ela já se encontra em cinzas.
Se passa os anos e Du ainda na luta contra os seres das trevas, para sobreviver Du fica com os bens valiosos das caças como dinheiro , ouro , armas etc ...Na verdade ninguém vive de ar exato ?.
Du fui descoberto por demônios que foram muitos espertos e eivaram mais de 40 vampiros no esconderijo de Du aonde não tinha chance de vitória e pode se lembrar da cena antes aonde Du vira vampiro no passado então Du teve que fugir muitos seres das trevas queria Du vivo ou morto. A cidade esta perigosa Du estava muito bem preparado mesmo assim estava mais doque perigoso então Du se uni um grupo de humanos conhecido como "THE SIX" com o objetivo de criar uma unidade forte, restaurar a paz e proteger a humanidade.
De começo du ganhou uma datapod mais mal durou um dia , pra falar a verdade fica entre nos du já ta no oitavo datapod seu meio de comunicação aonde du é péssimo com tecnologia e assim fala Du apois 5 doze de conhaque * nada melhor que sua arma na moda antiga e um pitoco pra afirma o pulso , não entendo nada disso de computador pra mim é uma televisão aquilo *. (Bom vamos esquecer essa fala anterior ). Agora Du o caçador das trevas esta mais forte e ao mesmo tempo se sente em casa e esta disposto a caçar em dobro a partir de agora " que comece a caçada ".
Com sua espada de prata e sua companheira magnum negra. Du olhando de cima de um prédio 20 andares na grande, poderia ver com a mira de um rifle uma gangue de possíveis vampiros ...A CAÇADA CONTRA AS TREVAS CONTINUA , PODE TER CERTEZA QUE APENAS COMEÇOU A HUMANIDADE ESTARA SEGURA.




AUTOR:
Eduardo Teixeira










.