Páginas

ATENÇÃO

- Blog: Cronicas e Contos de RPG - Eduardo Teixeira (textos protegidos, sua reprodução é proibida sem a autorização prévia do autor).

SOBRE A LEITURA: VAMOS LER, POIS LER É APRENDER.


A importância da leitura vem a cada dia ganhando força em seus diversos segmentos, pois é um dos requisitos básicos na aprendizagem do indivíduo. O ato de ler é muito importante, pois a leitura vem aos poucos contribuir para a formação de leitores capazes de reconhecer as sutilezas, as particularidades, os sentidos a extensão e a profundidade de cada texto lido.

Quem lê muito escreve bem

Não há como negar que ler contribui para a desenvoltura na escrita, pois vamos incorporando bons modelos de estruturação das ideias, ampliando repertórios, conhecendo novas palavras. Porém, é comum encontrarmos pessoas que leem muito, mas encontram dificuldades para escrever. Pode ser que isso ocorra pela qualidade da leitura. A leitura para a apreensão de conteúdos é básica; no entanto, se também prestarmos atenção na forma como os textos são compostos, podemos usufruir de todo o conhecimento a respeito da linguagem que uma leitura efetiva pode proporcionar e, assim, vamos nos tornando capazes de compor bons textos.

Vale a dica: Estar atento aos modos particulares de escrever dos diferentes autores, em especial daqueles que apreciamos, pode ser um prazer a mais na leitura. Pensar em como você próprio escreveria sobre o tema (e aventurar-se a escrever!), valendo-se do conhecimento dessas inúmeras possibilidades, ajuda-o no aperfeiçoamento de sua própria escrita.
Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

QUE COMECE A CAÇADA - Hunters/caçadores










QUE COMECE A CAÇADA

Sempre que as sombras se estenderem até envolver suas vidas, sempre que os problemas parecerem sem solução, sempre que o modo que não é correto pareça o caminho mais fácil para sair das dificuldades, lembrem-se estamos sendo observados . Eles olham aquilo que fazemos, ouvem o que pensamos e sabem o que sentimos. E para tudo há uma resposta. Para cada ação ilícita há uma punição e para cada ato meritório há uma justa recompensa.

Em todas as guerras, sempre há aqueles que se destacam dos simples soldados, Hunters que com seus feitos e atos mudam o destino de muitos, e estes estão destinados a serem reverenciados pela história.

No Reino perdido começava o maior conflito de toda história, evolvendo humanos caçadores dos quatros cantos da Terra, onde a vida de milhões estaria em jogo. Apenas os bravos poderiam enfrentar a opressão dos monstros e defender a luz em beneficio da humanidade.

Um Hunter é um grito abafado em meio a milhões. É o modo que a humanidade encontrou de se defender de seus predadores e não por ser valoroso, capaz ou ao menos escolhido. Por puro azar, ele agora carrega o mundo inteiro em suas costas. E o único jeito de largá-lo é morrendo.

O caçador inicialmente, está sozinho. Ele é uma vela em meio ao breu, e é mera questão de tempo até que ela se apague. Tudo o que ele pode fazer é esperar que alguém seja guiado pela sua parca luz e que outras velas se acendam para carregar o fardo adiante quando ele se for.

Caminhando por essas terras, entre os homens mortais e os monstros. Vagava cruzando estradas, buscando um caminho e principalmente uma razão para nossa vida. Não temos medo da morte e se deparamos com ela diversas vezes , mas mesmo assim sobrevivemos. Assim se tornamos fortes nesse Reino repleto de monstros. Quando chegamos nesse lugar estranho. As folhas caiam com os ventos frios do sul. Chegou o inverno e depois o verão. Os dias passavam e os Hunters eram recebidos como heróis.

O sangue que corre em nossas veias não pode ser negado mesmo que nós o desprezemos somos humanos não simples humanos mais humanos caçadores com dons e habilidades para extermina qualquer monstro , aprendemos a dominar tudo isso. Uma única palavra dominou nossas vidas : caçar.


AUTOR: Eduardo Teixeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário