Páginas

ATENÇÃO

- Blog: Cronicas e Contos de RPG - Eduardo Teixeira (textos protegidos, sua reprodução é proibida sem a autorização prévia do autor).

SOBRE A LEITURA: VAMOS LER, POIS LER É APRENDER.


A importância da leitura vem a cada dia ganhando força em seus diversos segmentos, pois é um dos requisitos básicos na aprendizagem do indivíduo. O ato de ler é muito importante, pois a leitura vem aos poucos contribuir para a formação de leitores capazes de reconhecer as sutilezas, as particularidades, os sentidos a extensão e a profundidade de cada texto lido.

Quem lê muito escreve bem

Não há como negar que ler contribui para a desenvoltura na escrita, pois vamos incorporando bons modelos de estruturação das ideias, ampliando repertórios, conhecendo novas palavras. Porém, é comum encontrarmos pessoas que leem muito, mas encontram dificuldades para escrever. Pode ser que isso ocorra pela qualidade da leitura. A leitura para a apreensão de conteúdos é básica; no entanto, se também prestarmos atenção na forma como os textos são compostos, podemos usufruir de todo o conhecimento a respeito da linguagem que uma leitura efetiva pode proporcionar e, assim, vamos nos tornando capazes de compor bons textos.

Vale a dica: Estar atento aos modos particulares de escrever dos diferentes autores, em especial daqueles que apreciamos, pode ser um prazer a mais na leitura. Pensar em como você próprio escreveria sobre o tema (e aventurar-se a escrever!), valendo-se do conhecimento dessas inúmeras possibilidades, ajuda-o no aperfeiçoamento de sua própria escrita.
Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Magos= O DIARIO DE UM EUTANATO-PARTE 1

(( Aqui é sobre um personagem mago, eu joguei por quatro anos Magos, A ascensão. Hoje em dia eu não suporto magos, mais as lembranças são show, ainda tenho um pouco sobre o personagem que eu recuperei. Boa leitura!))






O DIARIO DE UM EUTANATO-PARTE 1

Ao abri os olhos Du Lupindo como se chama o eutanato e da cidade de Ton uma cidade totalmente urbana , tecnocrata e com uma população enorme de adormecidos , pode ver que o sol já tinha dito seu oi na sua região e sem duvida um sol muito lindo .Se levanta meio que com preguiça pega seu punhal e afia na pedra de amolar ao mesmo tempo pensando na missão de extermínio do qual não gosta de chamar assim " a vitima é um estrupador serial , desgraçado ainda filma tudo foi assim que eu descobrir ... bom é um alvo e vou dar uma volta pra esquentar as coisas "

Já com seu punhal Du tem uma reflexão vendo a capela das sombras vazia " é aqui é um lugar no qual eu posso me abrigar , um lugar com pessoas que eu possa lidar ".É AQUI É UM LUGAR NO QUAL EU POSSO ME ABRIGAR....Ainda mantendo sua reflexão seguindo ao ponto de ônibus em passos leves cabeça baixa " caramba ainda me lembro o que me falaram no inicio _ quando a matança ficasse na mente , quando a morte estivesse dentro de mim ... devo encontrar um lugar calmo e longe de tudo o que fosse maléfico no mundo"

Já no ônibus Du procura um lugar pra sentar sozinho no banco como sempre talvez afastasse os adormecidos pela sua áurea , seu estilo ou algo que nem imaginava mais continua a pensar " a coisa mais importante é achar um lugar aonde a podridão não possa me alcançar , posso lidar com todas as consequências mais ...mais ...mais quando o veneno penetra em minha alma , quando o jhor me domina ... não tem mais volta ..."

O ônibus chega ao seu destino zona norte , desse do ônibus e segue ao lixo urbano.Mais de uma hora no lixo chutando garrafas e objetos dos delinquentes , sendo o ponto dos usuários da cidade Du observa uma agulha e já imagina e sente o poder " essa agulha matou alguém a dois ou três dias atrais " acha a pegada do urso.Os ursos-do-lixo sempre deixam pegadas , sanduíches sorry.

Du segue sua caminhada sente o sol a banhar e senta numa enorme raiz pra ficar confortável , respira como um deus e uma luz o envolve uma luz dourada como se reconhece-se sua força : o direito de fazer o que nos fazemos.Então a raiz escurece , a árvore treme e o mar verde ao seu redor fica marrom e murcha , Du abri os olhos e pensa na sua reflexão que teve de manhã NÃO CONSEGUE ENCONTRA UM LUGAR AONDE A MALDIÇÃO NÃO ACOMPANHE....

Segue o caminho ao seu destino " um adormecido é sempre bom pra aprimorar minhas habilidades " continua a caminhar .É um lugar legal , um vento frio e úmido sopra nas árvores e Du pode ouvir o mar sussurrar , ainda caminhando avista a casa conta até três e arromba a porta.Lá esta a vitima o alvo , roncado no sofá e com um chute na sua boca faz ele acorda , pega no seu braço e quebra como se fosse um palito de dente... Estrupador só grita * Deus ... Deus me perdoe, não fui eu, socorro *... Du fala * você não quer perdão, você é um estrupador que chegou no fim , não tem perdão seus choro são em vão *

Du preste a matar o estrupador fala com sua voz grossa e roca *vou matar você , sera doloroso porque a morte sempre é , mais lembre-se do dor porque você vivera novamente *, amarra ele numa coluna na casa e Du continua a falar * lembrese o porque morreu , estou te dando uma nova vida uma nova chance * o estrupador apenas berrava* não fui eu , pelo amor de Deus me perdoe *.

Du tira o seu punhal negro aonde sempre o carrega , todo eutanato tem o seu punhal negro o porque ninguém sabe talvez é algo que traga uma boa morte ( *Punhal negro*= Pegando um punhal que possa ser arremessado, o mago mergulha-o em uma substância de um órgão humano para prepará-lo. Esta substância pode ser humor aquoso (olhos), sêmen ou fluídos vaginais (genitais) ou sangue (coração). Este punhal também pode funcionar como foco para as mágikas. O mago atira o punhal contra seu inimigo que geralmente acerta a área correta ) ... tira ele coloca lentamente na sua garganta devagar ao mesmo tempo coloca o dedo na boca da vitima , toma seus pensamentos , medos , descobertas , fobias , ideais e sonhos ...com uma boa morte Du pode descobrir o que queria , no porão da casa tinha moças prezas a muito tempo , aonde estão salvas libertas ao mundo. As moças eram irmãs e estavam em um estado nada agradável então Du tira do bolso um lenço com um bordado e entrega a irmã mais velha e fala a ela * pegue esse lenço e ganhe na loteria e viva , tenha uma otima vida * se carrega de levar ela em um lugar seguro tudo acabou bem

As outras tradições acham que somos profissionais que dispensam o longo braço da lei , mais não é assim que funciona. A pessoa tem que acreditar na boa morte com o coração , tem que sentir , apreciar a morte tem que amar a boa morte.O objetivo é uma fraude , acha que nos eutanatos faríamos isso se não quiséssemos ? Você pode matar com competência e com desejo , negar os sentimentos e apenas facilitar a entrada de jhor , o poder da morte , isso facilita como acha o Du .


DU!





Nenhum comentário:

Postar um comentário