Páginas

ATENÇÃO

- Blog: Cronicas e Contos de RPG - Eduardo Teixeira (textos protegidos, sua reprodução é proibida sem a autorização prévia do autor).

SOBRE A LEITURA: VAMOS LER, POIS LER É APRENDER.


A importância da leitura vem a cada dia ganhando força em seus diversos segmentos, pois é um dos requisitos básicos na aprendizagem do indivíduo. O ato de ler é muito importante, pois a leitura vem aos poucos contribuir para a formação de leitores capazes de reconhecer as sutilezas, as particularidades, os sentidos a extensão e a profundidade de cada texto lido.

Quem lê muito escreve bem

Não há como negar que ler contribui para a desenvoltura na escrita, pois vamos incorporando bons modelos de estruturação das ideias, ampliando repertórios, conhecendo novas palavras. Porém, é comum encontrarmos pessoas que leem muito, mas encontram dificuldades para escrever. Pode ser que isso ocorra pela qualidade da leitura. A leitura para a apreensão de conteúdos é básica; no entanto, se também prestarmos atenção na forma como os textos são compostos, podemos usufruir de todo o conhecimento a respeito da linguagem que uma leitura efetiva pode proporcionar e, assim, vamos nos tornando capazes de compor bons textos.

Vale a dica: Estar atento aos modos particulares de escrever dos diferentes autores, em especial daqueles que apreciamos, pode ser um prazer a mais na leitura. Pensar em como você próprio escreveria sobre o tema (e aventurar-se a escrever!), valendo-se do conhecimento dessas inúmeras possibilidades, ajuda-o no aperfeiçoamento de sua própria escrita.
Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 23 de outubro de 2010

Cronica Leid e Wand: Unidos pelo sangue e pelo amor


Era final de tarde já estava escuro e Wandinho Blackheart andava de um lado para outro esperando o funcionário da biblioteca que mais uma vez estava atrasado. Estava sentindo um tédio, sem nada para fazer e aborrecido olha as horas, pega um livro para ajudar o tempo passar, até que houve um ruído na sala ao lado e imagina que o rapaz havia chegado. Mais que furioso e pronto para arrancar o coro do rapaz anda há passos largos até a outra sala. Para assim que percebe que não era o jovem e sim uma jovem mulher de tamanha beleza. A jovem se assusta e deixa cair de seus braços todos os livros que escolhera. Mais que envergonhada se agacha juntando os livros espalhados no chão e com um rubor na cara se desculpa pelo ocorrido.
Leidiane Daxter era recém chegada na cidade, estava à procura de livros para seu trabalho de faculdade e um amigo a indicará a biblioteca dali. Ela estava muito bem vestida para tal cidade, já que a mesma estava toda destruída e com cara de abandono, anda rápido para o local indicado pelo amigo, não era bom ficar de bobeira naquelas ruas desertas, quando chega à porta da biblioteca tenta abrir a mesma, mas estava emperrada e com um empurrão a porta se abre fazendo barulho, Leidiane sente um arrepio percorrer suas costas e entra na biblioteca. Começa a procurar os livros pelo qual estava lá (Vampiros), Acha alguns exemplares que são bem interessantes e segura em seu braço, distraída continua a olhar até que um rapaz entra na sala assustando-a.
Wandinho ao ver que assustou a jovem sorri e pergunta se poderia ajudá-la e a moça sorri de volta sem graça e estende sua mão para cumprimentá-lo. Ela o informa que está procurando livros para o trabalho da faculdade, e que o tema era a Camarilla.
Rapidamente Wandinho se agacha ajudando a moça a pegar os livros caídos e ao levantar-se sem tirar os olhos dela, indica a prateleira com um livro de capa grossa, muito bem cuidada. Leidiane pega o exemplar e vai se sentar em uma mesinha ao canto e wandinho continua a olhar para a moça... Algo nela a deixa sem ação, ela muito bonita, sexy e tímida era uma combinação que deixou wandinho sem saber o que fazer, ele nunca havia sentido isso, sempre soube o que fazer e nas horas em que fazer. Tudo estava sendo fora do normal e ele não estava gostando nada disso, queria sentir de novo que estava tudo sobre controle e mais uma vez sorri para a moça lhe dizendo que sabia muito sobre vampiros e se ela queria que ele lhe contasse. Leidiane estava encantada com a beleza do homem, sua voz parecia veludo, seu cheiro a atraía, só conseguia pensar o quanto era bonito, mas estava ali para estudar. Ficou muito contente com wandinho por se oferecer a aceitou de imediato,
Wandinho começa a falar e vê que a moça está com os olhos pregados nos dele, sente o coração disparar e se assusta, já nem sabia que isso poderia acontecer, começa a se aproximar do rosto dela enquanto vai falando os olhos no dela, sente seu hálito a não resistindo a beija. Na mesma hora Leidiane se afasta dando um tapa na cara de Wandinho que fica puto da vida, nunca havia tomado um tapa na cara, principalmente de uma mulher, isso não ficaria assim, seu lado negro começou a se exaltar ele iria matá-la... O mais impressionante é que não conseguia sentir raiva ou ódio, mas não conseguiria encostar em um fio de cabelo dela. Leidiane vai para outra alça da biblioteca assustada com a investida de wandinho pensando:
_quem ele pensa que é, me beijando assim, mas ao mesmo tempo pensa em como foi uma sensação gostosa o toque dos lábios dele nos seus...
Carregando os livros no colo, desajeitada perde o equilíbrio e deixa os livros caírem e caí por cima deles, bate com a boca. Tentando se levantar com a boca sangrando pega a mão estendida de Wandinho e a suja com seu sangue, Wandinho não resiste e lambe o sangue de sua mão, logo em seguida segura a moça pelos braços e a puxa lambendo seus lábios o frenesi subindo ele a quer, ele quer seu sangue e na mesma hora seus caninos se mostram e ele grita para ela sair dali o mais rápido possível, não quer machucá-la e Leidiane ao ver aquilo sai correndo para a rua.
Vê-se sozinha nas ruas da cidade, uma neblina densa estava em toda parte, começa a andar no meio da rua, porque as calçadas estavam cheias de lixo e a passos largos tenta achar a rua que lhe tiraria dali. Assustada com a situação olha para os lados até que caí em um bueiro aberto, só dá tempo de gritar por socorro antes de tudo ficar escuro.
Wandinho que estava seguindo a moça sem que a mesma o visse pula no bueiro e vê que ela estava muito machucada com um corte muito profundo na cabeça, naquela cidade destruída não havia mais hospital funcionando e muito menos haveria médico, a pega no colo e com uma velocidade fora do normal à leva para sua residência. Deita a moça desmaiada e toda ensangüentada na cama, pensando em como poderia salvá-la sendo que estava se controlando para não tomar o resto do sangue que ela ainda possuía. O machucado era muito profundo e pelo aspecto do osso, com certeza tivera uma fratura, a moça começa a gemer e abre um pouco os olhos, vê Wandinho sentado na cadeira ao lado, não consegue ter medo e muito menos tenta algo, só consegue olhá-lo e pedir para o mesmo ajudá-la, estava tão fraca que apaga novamente.
Wandinho senta-se ao lado dela admirando a moça, a acha muito linda e frágil, estava com medo de que ela morresse, não queria perde-la, ela mexia com ele, ele a desejava mais que tudo, mas não queria que ela perdesse a alma, não queria transformá-la.
Mais fraca do que antes Leidiane abre os olhos e pega a mão de Wandinho, o olha dentro dos olhos e diz que não quer morrer que ele tinha sido o culpado dela estar naquele estado e pede para que ele faça o que fosse preciso, que não a deixasse morrer.
Vendo que não resta muito tempo sente o peso da culpa e tem que tomar uma atitude decide então transformá-la. Pega Leidiane em seus braços e com os caninos a mostra crava em seu pescoço muito frágil, sente a moça contorcendo-se pela cama. Leidiane grita que prefere morrer a dor era imensa e apaga novamente.
Wandinho toma a vitae da moça vai sentindo a vida da moça deixando-a, pega seu pulso e com as unhas faz um rasgo grande e muito sangue começa a sair, coloca na boca de Leidiane deixa o liquido entrar em sua boca escorrer por sua garganta e se atira ao chão com a dor de ter feito isso com ela, ele preferia morrer a ver Leidiane transformada, de joelhos no chão aguarda Leidiane acordar.
Passado um tempo Leidiane começa a sentir a força voltar sente sua a garganta queimar seu estomago doer, sente a fome, a maldição de todo vampiro, precisava se alimentar abre os olhos e vê Wandinho ali parado, pega seu pulso olhando para ele que nada faz, começa a sugar seu sangue, algumas lembranças vêm à tona, mas estava muito excitada para pensar direito, só conseguia sentir aquele sangue descendo por sua garganta.
Wandinho a deixa sugar tudo o que quer, não iria relutar mesmo que ela o matasse. Não se conformava com o que fizera a ela. Só conseguia dizer:
_O que fiz com você anjo? O que fiz...
Leidiane estava totalmente eufórica com o sangue, olha para o homem e lhe crava os dentes no pescoço, fica mais excitada com isso agora sente algo sexy na mordida do pescoço, como era bom, que sensação... Ela queria mais... Pergunta a Wandinho o que ele fizera com ela, ela queria explicações, mas não conseguia parar de sugar o sangue tão precioso.
Wandinho só conseguia dizer:
_você estava à beira da morte, não queria te perder, não queria, não queria... Você pode acabar com minha vida e nada lhe farei para machucá-la, você estava morrendo não tive escolha, eu te amo e sou incapaz de viver sem você.
Leidiane olha indignada para o rapaz, nem ao menos seu nome ela sabia, como teria pena de uma pessoa que e a transformou em vampiro? Cada vez mais fica irritada não sabe o que fazer se afasta de Wandinho sentando-se no chão segura as pernas e sem olhá-lo nos olhos pede sua ajuda.
Wandinho a pega em seu colo vai ao elevador e sobe com ela no quinto andar, lá era o lugar onde estava sangue. Colocando-a no chão e lhe diz:
_Estarei no quarto andar me procure que tenho que lhe passar alguns conhecimentos básicos.
Leidiane mal ouve o que o vampiro diz, só queria aquele sangue, começa a tomar o sangue, toma alguns saquinhos e sentasse no chão olhando tudo a volta, repara em como está toda suja e cheia de sangue pelo corpo, mas começa a pensar no vampiro e entende o que aconteceu, mais do que rápido ela se levanta e desce ao quarto andar, sem pudor ou culpa segue seus instintos caminha ate o vampiro e sem que ele pudesse dizer nada o beija como nunca havia beijado alguém antes. Ela só conseguia imaginar o que ela sentiu quando viu wandinho pela primeira vez, não era a primeira vez que ela estivera na biblioteca, já esteve ali algumas vezes e sempre observava wandinho a distância. Ela estava na cidade já havia alguns dias, estava escondida estudando os hábitos dos seres que viviam ali, mas entre todos os seres Wandinho foi que chamou sua atenção. Tudo o que ela queria Wandinho fez, sem saber, fez tudo certo então mais uma vez o olha nos olhos e lhe beija com toda a vontade que havia sido reprimida.
Wandinho estava extasiado com a confissão, não conseguia mais se controlar e a puxa para mais perto a beijando em seguida lhe tira a blusa e passa a língua em seu pescoço, queria excitá-la sua mão passeando pelas costas da vampira, sente a respiração dela ofegante a pega pelas nádegas e a puxa para bem perto de si.
O que aconteceu ali ninguém sabe, mas desde então se vê os dois andando juntos como se fosse um só.


Crônica feita por:
Juliana Shelbyville


Participantes Aventuras:
Leidiane Daxter
Wandinho Blackheart


ENVIADO POR:
MEU GRANDE AMIGO: Wander Luis Simão Dutra
NOME DO PERSONAGEM: Wandinho Daxter

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

background/Brujah-Wandinho Blackheart-Vampiro Independente



Nome: Wandinho Blackheart

Raça: Vampiro

Clã: Brujah

Seita: Nao Possui, pois é um Vampiro Independente


Descriçaõ do personagem

Magro , cabelos curto e negro,dentes
perfeitos bracos ,

Humanidade : Baixa

Geraçao: 7° Geraçao

Idade Abraço: 23

Data de Abraço:06/04/1899



Atributos Fisicos: Ágil , Rígido , Saudável , Dócil ,


Atributos Mentais: Alerta, Observador , Sábio , Ignorante , Previsível e Impaciente

Atributos Sociais: Amigável , Atraente , Persuasivo , Rude

Arquétipos: Esperto

Defeitos: Sombrio , imperdoável , aterrorizante , solitário

Inimigos : Todos aqueles que se metem em seu caminho

Qualidades: Educado, sábio, Voz encantadora , Concentração , Sorte

Fobia:

Equipamentos: Glock 17l Automatica
(Com Cano Silenciador e coldre na perna),
, id Falso,, um telefone celular
ativado por voz e um fone de ouvido, colete
de Kevlar, botas com pontas de aço,
, uma agenda

Disciplinas:��

Mote: Na Verdade , eu mordo .....e arranco pedaço..

Prologo

Nos becos escuros de uma cidade perdida no interior da espanha,, um louco sanguinario atacava. E um menino de 8 anos via sua familia sendo destruida. Via seu pai e sua mae serem esfaqueados na sua frente , escondido em um armario tentava segurar o choro , via ali sua familia sendo dizimada..era apenas uma criança dando os primeiros passos de sua vida , e tal acontecimento marcara sua vida para sempre..
Ele foi criado por uma tia distante , irma de seu pai , que vivia no Cairo , Egito , tios ricos comerciantes de grande sucesso
vivia com extremo conforto , tinha de tudo ,como seus tios nunca tiveram um filho o tratavam como tal , lhe davam de tudo , tudo que pedia tinha a seu dispor..
Mulheres nunca lhe faltava , como era sobrinho de um dos homens mais ricos do Cairo , mulheres caiam ao seus pes
Viajava Frequentemente , Festas , Amigos , carros tinha de tudo... ja tinha experimentado de tudo que lhe chamava a atençao ou quase tudo...

ja faziam alguma Semanas que wandinho e seus amigos planejavam em ir uma festa que iria acontecer em um famoso clube das noites de Cairo , um clube super famosa por sua badaladas festas, lugar de gente da alta sociedade , onde rolava de tudo um pouco..O dia chegou wandinho como sempre pilotava o lamborguine de seus tios , tentava chegar com classe , gostava de chamar atençao , de ser achar o tal.
Chegou catando pneu ,chamando atençao de todos , seus amigos como sempre vibravam dentro do carro
Ele saiu do carro , jogou as chaves para o manobrista .
- Cuide bem do meu bb, voces venham vamos nos diverti..
---------------------------------------------------------------------
Ja era mais de 2 horas , wandinho entediado via sempre os mesmos rostos , as mesmas caras , as mulheres de sempre , queria alguem novo ,um mulher que lhe chamasse atençao, olhava constatemente ao seu redor procurava , mas nada encontrava , ja desanimado puxou um pilula de seu bolso , extase claro , queria ficar louco , doido esquecer um pouco sua vida tediosa
tocou em sua boca bebendo um pouco de johnny walker logo atras desceu rasgando sua gargata sentia aquilo queimando seu peito , mas era preciso , era algo pra tira-lo daquela "noia"
minutos depois...
Pulava igual um doido , tudo era mais legal , parecia uma criança nos seus 5 anos de idade ou melhor um doido varrrido pesando ser um io-io pulando sem parar...
altas horas ja era mais de 3 horas o extase ja nao tinha tanto efeito mas o johnny walker ainda estava na sua mente e dançava sem para pelo club , quando derepente se esbarra em alguem, uma mulher..
Parou , fitou a mulher por alguns minutos, era um rosto desconhecido novo , jamais a tinha visto tentou ser simpatico
- ola linda sozinha por aqui?
ela? o empurra e chinga..
-fdp nao ve por onde anda nao desgraçado- sai fazendo gesto obseceno com sua mao
wandinho nao desiste queria aquela mulher nem que seja por aquela noite vai atraz a puxa pelo braço.
- calma ai gata , vamos conversar , voce pode ser surprender comigo , tome aqui um gole pra ver se vc se acalma - oference um pouco de seu drink..
Ela ? escrota denovo pega o copo vira em um so gole e o esculacha.
- nao tenho nada pra conversar com vc , eu? me surprender com vc? *ri alto*nao me faz rir garoto -da as costas e sai andando
wandinho desistir ? jamais ..ele tinha esse problema ia ate o fim por tudo que queria...vai atraz, continua falando ,mandando seus galanteios , e era sempre esculachado, ja intrigado e quase desistindo tenta uma ultima vez a puxa novamente ..
- o que ha de errado com vc garota, sou o melhor partido aqui , posso oferecer a voce tudo o que o dinheiro pode comprar ,sou lindo , nao sou gay, sou solteiro e voce pelo jeito é tambem , me diga qual o problema ,por que tanto me esculacha
ela? cedeu? sera?
- Bem voce e´ insistente mesmo , vou te dar um presente algo que voce nunca experimentou na sua vida , algo novo
Wandinho ironico e nada humilde
- querida acha mesmo que tenha algo nessa vida que já nao experimente i?
Ela sacarstica como sempre
- acho ? tenho certeza bb , venha vamos conversar em outro lugar , voce deve conheçer algum lugar né pra ficarmos a vontade e começar bricadeira.
Wandinho cheio de si claro , achava que tinha ganho a noite , tudo o que queria estava acotencendo ,alguem que chamava sua atençao , alguem estranho e ao mesmo tempo intrigante . pego a moça pela mao e saiu da boate , se dirgiu rapidamente ate o manobrista , que logo trouxe seu carro ,vazou com aquela estranha que mal sabia o nome , seus amigos? que amigos aquele momente mal lembrava que eles existiam...

-------------------------------------------------------------------------
Chegou apos alguns minutos de piloto, era um vista admiravel , no alto de um morro via a cidade do Cairo , lugar vazio, onde poderia rolar de tudo, desligou o carro ,farois apagados ...passou sua mao pelo rosto da estranha tentou beija-la ela?
O empurro claro e lhe deu um tapa pesado em sua cara.
- calma sera do meu jeito babaca. -passa sua lingua pelo pescoço do rapaz o que lhe deixa doido e fala - isso me deixa exitada..
Ele claro ficou parado com medo de fazer algum movimento e estragasse tudo
Ela continuou lambendo seu pescoço.
- Você disse que nada te surpreendia, que já experimentou de tudo, então estou preste a te dar algo que você jamais experimentou, vc sentira um prazer intenso.
Ele claro estava se achando o cara.
Ela?
Mostra sua verdadeira identidade deixa seus caninos afiados saírem de sua boca e crava no pescoço de wandinho
Wandinho claro começa a gritar
- VOCE É LOUCA, SAI PIRADAAAAAA- se debatia tentava sair, mas a vampiro era muito mais forte que ele que logo desmaia.
Ela o suga por completo cada gotinha daquele sangue
Ele sentia suas energias indo embora a morte era evidente
Ela falava baixo
- ate que ele é bonitinho, bem influenciado, vo deixar ele morrer não.
Pega sua unha e passa com força em seu pulso o corta deixa pingar um pouco em na boca de wandinho
Ele sente um gosto horrivel em sua boca ,sente suas energias voltando , mas de um modo estranho , tinha uma sensaçao estranha, sentia algo diferente algo q nunca tinha experimentado antes, sente fome ...fome?
sim de vitae..vitae? claro sangue , uma fome descontrolada uma fome que parecia insaciavel , a vampira ? tinha desaparecido claro
Wandinho deseperado sem saber o que fazer ligou o carro... e saiu catando pneu , foi em direçao a sua casa , entrou feito um louco , deixando seu carro ligado, muitas perguntas perambulavam sua mente.. o que era aquilo?.. o que tinha acontecido? fomeee que fomee preciso comer..sangue?..
Sua tia acordara como barulho que wandinho fazia desceu as escadas estava atonita olhando wandinho que parecia um drogado em meio a uma crise ..
Wandinho a viu, fitou nao segurou seu frenisi , mesmo nao querendo cravou suas presas em sua tia , estava sem controle , aquele gosto , aquela sensaçao , era inexxplicavel , nao conseguia desgrudar , a sugou por completo a matou , ainda tinha fome , partiu em direçao ao quarto do seu tio, estava dormindo esse foi mais facil o matou sugou todo seu vitae
remorço?
A fome , a sençasao daquele liquido em sua boca era inexplicavel , era algo viciante ..
Bem seus tios mortos , ele vivo , seria a manchete do dia seguinte arrumou suas coisas e partiu .
pra onde? sem rumo..
-------------------------------------------------------------------------

Estava a horas dirigindo seu laborguine nao sentia mais sono , sua vida estava toda mudado e ele sem respostas..
Derepente ve alguem no meio da estrada , freia brusacamente
ele grita..
_ SUA LOUCA QUE MORRER È - nota que conheçe aquele rosto- voce , VOCE , O QUE QUEIS , ACABAR MAIS COM MINHA VIDA SUA LOUCAAAA
Ela
- Vim te ajudar bb , nao largo minhas crias por ai sem um pouco de atençao vamos-entra no carro- anda vamos voce dirigi...

-------------------------------------------------------------------------

Alguns anos mais tarde , agora sim podiamos dizer Wandinho era um vampiro , sua mentor a essa ai nem a via mais ,o brujah andava sozinho fazendo suas proprias crias, gostava de fazer sua familia seu clan ,detestava , os medrosos Camarila " mascara? pra mim vocês sao tudo um bando de gays inrrustidos"
o sabbat nao curtia muito" se preocupar em caçar antiludvianos e dizer eu so foda posso me mostar pra todo mundo ,bando de vermes tem carençia por sso deve tanto querer chamar atençao" prefiro ser Independente ,seguir apenas com minha Familia e minhas crias.
Seu clan era forte o bastante pra dominar Cairo tinha a cidade em suas maos , e isso incomodava tanto o lado dos "gays inrrustidos " quanto o lado dos "Carentes" , e foi o que provocou o fim de sua Familia ...
Uma Guerra , Um Massacre no caso , Vampiros de grande poder Contra as minhas crias recem criadas , foi uma surra, uma descepçao, fugi em meio a vergonha , vaguei por esse mundo sem rumo.. nao sabia para onde ir ....quando lembrei da vampira que me deu a imortalidade , tinha seu contato , liguei tentei entrar em contato.. varias tentativas mas nada a vampira parecia que tinha sumido sem deixar rastro.

-------------------------------------------------------------------------
Alguns dias depois vagando por Londres nas ruelas escuras , percebe alguem se aproximar para e fala meio sobresalto.
- o que voçe quer.
A Vampira se assusta e diz com sorriso entre os labios.
- Vejo que voce se tornou um cria prodigio
Aquela voz Aquele cheiro claro era ela
- Ate que enfim resolveu atender meus telefonemas Vampira..
Ela
- Bem estou aqui me diga o que voce quer criança
Se vira , agora a fita , observa qu nada mudara , era mesma vampira linda como sempre.
- Ando entediado sem ter o que fazer ,achei que poderia me ajudar.
Ficou pensativa por alguns minutos encarando o vampiro.
- Bem conheço um lugar que vc ira adorar ,Lendas Urbanas conheçe? , ja que gosta de desafio, la há varios tipos de seres , é perigoso ate pra um de nós , tenho uns contatos por lá que adorario um Vampiro disposto como vc.
Ele? ri claro
- bem me passe logo o enderesso dessa budega e o nome desse seu contato voce sabe que nao temo nada
Pegando um papel e uma caneta em sua bolsa escreve rapidamente um endereço com varias instruçoes
- Aqui esse aqui "Morristjs Karu" nao é dos nossos mas é de confiança procure por ele .
Olhando por alguns segundos para o pequeno rascunho nem ve a vampira sumir...resmunga baixo
_ é Lendas Urabanas , me aguarde...




MEU GRANDE AMIGO, AUTOR: Wander Luis Simão Dutra
NOME DO PERSONAGEM: Wandinho Daxter

BG/ Background - AMADEUS JULIESSE - O MAGO


• NOME DO PERSONAGEM:Amadeus juliesse
• RAÇA:Mago
• TRADIÇÃO:Eutanato
• IDADE REAL E O QUE APARENTA:280 anos de idade, mas aparenta 25 graças a um feitiço em uma pintura: quem envelhece é a pintura, não ele. Se ele ousar olhar para esta pintura, sua idade real se revela em seu corpo.
• CARACTERÍSTICAS: olhos verdes cabelos curtos negros 1,75 de altura 65 quilos, um pouco musculoso; possui extrema agilidade motora,quase sempre se veste de preto,e muito friorento e manca da perna esquerda pois foi atingido por uma flechada em uma de suas batalhas
• ANTECEDENTES: lutou nas cruzadas e já foi rei .
• FAMÍLIA: pai rei Arthur e mãe: Guinevere
• CONCEITO: matar um homem e tão fácil quanto matar um boi,há luta em meu ser ,há luta em meu interior ,há luta no ar ,tudo acaba em guerra e a vida de um homem pelo que já passei com certeza não vale mais do que a de um boi.
• NATUREZA: um ser meio difícil de se conviver pois ele guarda um certo rancor um mostro de natureza
• COMPORTAMENTO: caçador de emoções
• FOCOS: ele concentra toda sua magia no pentagrama tatuado em seu peito esquerdo e a envia diretamente para sua mão usando qualquer objeto que nela esteja, para disparar seu poder sobrenatural.
HABILIDADES:
Talentos:domina muito bem o elemento fogo e o 5 elemento o éter
Perícias: perito em espadas
Conhecimentos:vasto conhecimento na área do ocultismo como invocações e poções mágicas ,como também na confecção de armas e no domínio do aço
ATRIBUTOS
• Atributos Físicos::destreza
• Atributos Mentais: percepção,leitura de mente
•Atributos Sociais: ????????????
• ARMA : excalibur, espadad e seu pai, na sua cintura, uma besta escondida atrás de sua capa , um cavalo tão negro como a mais profunda noite e também uma águia,

• TALISMÃ: um pergaminho,que contem os mais puros enssinamentos de magias e anotaçoes pessoais consagradas aos deuses da magia.

HISTÓRIA:
Nascido no dia 25 de julho,de 1170,do romance do grande rei Artur da Birmânia com Guinevere, na cidade Avalon , castelo de Camelot .Separado de seus pais no dia de seu nascimento, por causa da tomada do governo de seu pai, pelo rei Ricardo I (o Ricardo coração de leão). Foi criado pelo mago Merlin amigo leal a seu pai, e pelo cavaleiro Lancelot , homem de confiança e primeiro cavaleiro do seu pai. Tamanha a confiança que seu pai tinha neles que ordenou: “levem minha espada e meu filho e o salvem! Para um dia ele assumir o que é meu. Ensinem tudo que for preciso. Confio nos senhores, eu vou tentar vencer esta guerra! Mas pelos deuses mantenham meu filho a salvo de todo mal.”dito isto o jovem Amadeus ficou aos cuidados de seus dois tutores crescendo em sabedoria com Merlin .Ele devorava tudo o que Merlin ensinava e em habilidade com Lancelot,aprendeu com ele a manejar uma ou duas espadas como ninguém .Chega um dia então, em que os três estavam reunidos a mesa para o jantar, o jovem,com 21 anos, pergunta :”tio Merlim, tio Lancelot, quem são os meus pais? Eu não o conheço?”então Lancelot conta toda a historia do seu pai e de seu reinado,e entrega excalibur com os dizeres”tu estas bem crescido tudo o que eu tinha para ensinar tu já aprendestes,tome a espada do seu pai e tome de volta o que e seu de direito”Dito isto ,da um tapa na cara de Amadeus dizendo”este tapa é para nunca esqueceres de tua honra, e de quem tu és.” e Merlin completa: “siga a magia ,somente ela o libertara de toda investida inimiga, te concedo o titulo de mestre da ordem dos eutanatos ,na qual eu o iniciei quando tu, era apenas menino, e visto que agora és homem é seu dever ser um mestre nela. Tome a espada como seu cajado pois ela revelara sua justiça”. Melin então entregou velhos pergaminhos e transferiu,por uma ato mágico todo seu resto de sabedoria a ele com os dizeres:”agora estas pronto,faça obras maiores que as minhas.” Amadeus terminou o jantar e passou a ultima noite com seu tutores, pois na manha seguinte pegou seu cavalo e tentou saber de Ricardo, ouviu que ele tinha ido liderar uma cruzada na cidade de Jerusalém então partiu para lá seguindo pelos montes Urais. Uma viajem que consumiu um ano da sua vida ,sempre de cidade em cidade buscando fazer a justiçapara a qual foi educado.Chegando em Jerusalém procurou saber de Saladino, rei mulçumano da época e jurou lealdade pois tinham um inimigo em comum :Ricardo,o coração de leão. Se tornando um dos seus mais leais cavaleiros, em uma de suas batalhas cumpre o objetivo e mata Ricardo com uma flechada precisa de sua besta bem na altura do coração.Deixando Saladino muito feliz, tão feliz a ponto de oferecer sua filha mais velha e seu reino . Amadeus prontamente aceitou, mas em uma batalha matou sem querer o primo distante de Saladino ,e a pena para isto era a morte.Então Saladino condoeu-se dele pois eram leais amigos e disse:”pegue suas coisas ,seus animais e suma da qui.”Então Amadeus fez como Saladino queria e voltou para Birmânia reclamar o trono de Avalon. Conseguiu isto graças a ajuda dos seus leais tutores, pois eles tinham preparado um exercito esperando o seu regresso, depois de muita luta , uma batalha que consumiu quase 100 dias e 100 noites conseguiu seu objetivo, foi coroado rei mas tinha apenas 25 anos .Decidindo então ficar jovem para sempre, enfeitiçou uma pintura e a enterrou aos pés do castelo .O feitiço consistia que a imagem na pintura envelheceria e ele não .Mas as pessoas começaram a desconfiar. Dado que já tinha cumprido a missão que herdara de seu pai, entregou trono conquistado da Birmânia a seu filho, pondo-se a vagar pelo mundo. E assim atravessou séculos ,sempre cultivando a magia que Merlin tinha lhe ensinado e as habilidades com a espada de Lancelot .Estando agora por volta do ano 1400 chegou a uma cidade onde encontrou pessoas que acreditavam nas mesmas coisas que ele , a busca da ascensão, e ali permaneceu .Construiu um castelo para si com seu oficio novo de ferreiro. Com um único objetivo que era exterminar todos os templários daquela terra.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Jogo no Scond Life: Rio de Janeiro Role Play Game
















"Em um mundo de bárbaros, você deve ser um bárbaro também”.


A extrema ousadia do tráfico dos morros do Rio de Janeiro, nem um helicóptero da força policial passa em branco, a ferida cronica de difícil extirpação, que é sem sombras de dúvidas a questão do crime organizado, raiz do tráfico de armas, raiz do tráfico de drogas, raiz de todos os outros crimes subsequentes, raiz do aumento desenfreado da criminalidade, raiz da violência urbana, raiz do descrédito do povo na sua Polícia, no Ministério Público, no Judiciário, nas autoridades dos Poderes constituídos, nas Leis do Brasil que se mostram ineficazes para debelar esse violento e preocupante problema. Tudo isso e mais pouco esta nesse RPG de ação, estrategia e interpretação...

A corrupção da policia é grande, mas nem tanto... A polícia não é um ofício, é uma causa. Eles são voluntarios que doam a vida integralmente a combater uma verdadeira guerra civil dentro da cidade. Eles não tem medo medo. Nessa guerra tem pessoas maravilhosas, companheiros capazes de viver dias, semanas, meses ou anos longe de suas famílias para defender a sociedade e manter a paz social. . Sorrisos de alegria, satisfação pessoal, vidas salvas, tudo isso servia como renovo físico e mental para não olhar as dificuldades e continuam guerreando, guerreando, guerreando…

O jogo... Estamos em 2010 e na cidade do Rio de Janeiro. Motivos para comemorar não há: a corrupção se expande livre de barreiras morais, a opinião pública se omite e o individualismo impera. Os jovens, termômetro da sociedade, combatem alegremente a apatia social se destruindo gratuitamente nesse cenário. A violência está em alta, eu falei em ALTA... Alta mesmo. Mas o policiamento também literalmente falando, se é que vocês me entendem. Muitos, tenta sobreviver da melhor forma possível nesse ambiente hostil. A morte é certa, então tente evitala.



















Policiais, bandidos, traficantes, advogados, medicos, bombeiros, comerciantes, mafiosos e muitas outras classes...


ESSE É O JOGO QUE ESTOU JOGANDO NO SCOND LIFE: Rio de Janeiro Role Play Game. Venha conferir!!!

CONFIRA O SITE DO JOGO COM TODOS AS NOTICIAS DO RPG PELOS REPORTERS:

Diário Rio de Janeiro RPG http://imprensarjrpg.blogspot.com/



Por Eduardo Teixeira (Vibe Timeless - Classe: Bandido, traficante e homicida)