Páginas

ATENÇÃO

- Blog: Cronicas e Contos de RPG - Eduardo Teixeira (textos protegidos, sua reprodução é proibida sem a autorização prévia do autor).

SOBRE A LEITURA: VAMOS LER, POIS LER É APRENDER.


A importância da leitura vem a cada dia ganhando força em seus diversos segmentos, pois é um dos requisitos básicos na aprendizagem do indivíduo. O ato de ler é muito importante, pois a leitura vem aos poucos contribuir para a formação de leitores capazes de reconhecer as sutilezas, as particularidades, os sentidos a extensão e a profundidade de cada texto lido.

Quem lê muito escreve bem

Não há como negar que ler contribui para a desenvoltura na escrita, pois vamos incorporando bons modelos de estruturação das ideias, ampliando repertórios, conhecendo novas palavras. Porém, é comum encontrarmos pessoas que leem muito, mas encontram dificuldades para escrever. Pode ser que isso ocorra pela qualidade da leitura. A leitura para a apreensão de conteúdos é básica; no entanto, se também prestarmos atenção na forma como os textos são compostos, podemos usufruir de todo o conhecimento a respeito da linguagem que uma leitura efetiva pode proporcionar e, assim, vamos nos tornando capazes de compor bons textos.

Vale a dica: Estar atento aos modos particulares de escrever dos diferentes autores, em especial daqueles que apreciamos, pode ser um prazer a mais na leitura. Pensar em como você próprio escreveria sobre o tema (e aventurar-se a escrever!), valendo-se do conhecimento dessas inúmeras possibilidades, ajuda-o no aperfeiçoamento de sua própria escrita.
Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 16 de outubro de 2010

CAMPANHA ERA DA ESCURIDÃO

Bom aqui vai uma campanha muito show, cheio de aventuras e emoção e com tudo o que tem direito pra formar um ótimo jogo. Curta essas cronicas, são 6 cronicas (parte1, 2, 3, 4, 5 e 6). Um grupo de amigos fez parte dessas aventuras, então agradeço a todos que fizeram parte dessa campanha. Bom a cidade tinha voltado ter sol, mais não por muito tempo, então os vampiros conseguiram trazer a escuridão de volta e junto dela uma neblina sendo assim uma grande maldição pela cidade aonde só os vampiros (sabas, camarillas e independentes) podem ver. Desejo uma ótima leitura, cronicas de puro terror psicológico e o melhor de tudo é que isso aconteceu

MEU PERSONAGEM: Vibe Timeless

Caraca essa campanha foi muito show!!!!!!

ERA DA ESCURIDÃO - parte 1
ERA DA ESCURIDÃO - parte 2
ERA DA ESCURIDÃO - parte 3
ERA DA ESCURIDÃO - parte 4
ERA DA ESCURIDÃO - parte 5
ERA DA ESCURIDÃO - final



Enquanto toda a cidade estava escondida, os vampiros independentes estavam destruindo, caçando, tocando o terror e se divertindo.

Eduardo Teixeira
DU

A ERA DA ESCURIDÃO- final





















O fim da Era da escuridão

A era da escuridão acabou. Mas não era estritamente o fim, os independentes não desperdiçariam a oportunidade de criar uma atmosfera de polêmica em volta de si mesmos. Estão prontos para encarar o fim da era da escuridão, eles vão caminhar pela cidade normalmente, irão mostrar-se a todos, podem pegar qualquer um assim que tiverem a chance. Eles podem sustentar sua polêmica de terroristas e malvados por anos, é sim, por anos, a vida eterna está em suas mãos. Eles são bons em ataque surpresa, muito bons mesmo.

Especialmente quando seus inimigos começavam a sumir. Pobres inimigos, eles realmente não tem nada pessoal contra ninguém, mas negócios são negócios e sobrevivência é sobrevivência. Nunca deixam rastros, são que nem fantasmas, não deixam pistas. Agora mesmo acabando a escuridão da era da escuridão, eles dão risada dos estragos feitos pela cidade, tudo isso os divertia. Não é ser mal mais é seguir seus extintos. Poder de vampiro era usado sempre!

Uma coisa importante para saber sobre o poder é: É muito difícil não usa-lo.
Os vampiros independentes, abusam de seus poderes e inimigos sumiam mais rápido que coelhos. Como tudo isso aconteceu? Essa escuridão? Esses ataques? Ameaças? Os rumores rolam pela cidade, mas ninguém jamais esteve realmente por dentro do assunto.

Eles haviam de fato encontrado uma forma de ter muito mais poder perante a cidade com o Elmo negro... Mas acabou! Vamos manter em segredo tudo o que aconteceu e acontece aqui! Esses segredos, o que pode acontecer é serem sussurrados em seus ouvidos.

O mundo esquece muito rapidamente das coisas, mas os independentes irão fazer todos lembrarem a cada dia que passa. Os Independentes estaram sempre lá, prontos para a guerra. Prontos para trazer pesadelos. Prontos para alimentar-se. Não há propósito. Eles sempre fazem isto e sempre farão, por que eles sempre estiveram aqui e sempre estarão. Até que o próprio tempo os derrube e os façam parar.

Chego o fim da Era da escuridão.... Aproveitem!!!!




> AUTOR: Eduardo Teixeira




THE END

domingo, 10 de outubro de 2010

O CASSINO DE JUSTINN


O CASSINO DE JUSTINN


A história

Bem-vindos a Rio de Janeiro, 2010. Numa época de máximo glamour, Justin está no auge, como homem de frente de uma rica operação da Mafia chamado Terceiro Comando Mafioso (T.C.M.).


“Só nós ganhamos, os jogadores não têm vez.”


O chefão de uma Mafia resolve investir no jogo e abre um cassino na cidade. Essa mafia conhece praticamente tudo sobre jogos, nenhum golpe funciona sobre o olhar atento da mafia. Quem é pego trapaceando é levado para os fundos do cassino e tem uma “conversinha amigável” com os seguranças locais. Paralelamente,a mafia faz atividades criminosas na cidade. O cassino vai de vento em polpa e não para de crescer.

A Máfia

“A única coisa que interessa é o dinheiro.”


Rio de Janeiro. Em Rio de Janeiro, o jogo não é só legalizado como tras muita renda pra cidade. Se quiser “dar um jeitinho”, é necessário conceder alguns privilégios para pessoas importantes da cidade, é assim que eles agem. Isso inclui entrar nos cassinos de graça e ter acesso aos melhores quartos, drogas, mulheres e muito mais. Também é muito comum os parentes de políticos, juízes e policiais “arrumarem” empregos nos cassinos.

O Cassino

“Há três maneiras de se fazer as coisas:
a certa, a errada e a minha.”


Interior do Cassino. Ele não é o maior cassino da cidade a toa. Está armado um forte esquema para nenhum truque dos jogadores perdessem mais do que ganhassem. Os jogadores são vigiados pelos iniciantes da mafia, que são vigiados pelos caixas, que são vigiados pelos supervisores, que são vigiados pelos inspetores, que são vigiados pelo gerente, que é vigiado pelo dono, resumindo cada um deles tera um nome na mafia e sem lembrar que temos os caçadores de aluguel. Também existem diversas cameras espalhadas pelo cassino.

Quando um trambique é descoberto, funcionarios da casa aparecem com um bolo e cantam “Parabéns pra Você” bem próximo ao local do trambique, assim criando uma distração. Então algum segurança encosta um bastão de choque no trambiqueiro, o desmaiando. Outros seguranças socorrem a “vítima” alegando ataque cardíaco e a levam para os fundos do cassino. A punição mais comum é quebrar a mão do sujeito a marteladas, mas dependendo do caso pode até se cortar um ou dois dedos dele e muitas vezes dependendo do confronto o trabiqueiro é levado até a morte.

Justin não pode administrar oficialmente o cassino, ele foi preso muitas vezes e veio do T.C.P. assim sendo um homem que tenta não se sujar e se manter limpo e longe da prisão. Justin coloca então outras pessoas no comando para ele. No escritório só entram os chefes e convidados da Mafia para encher o malote, e mais NINGUÉM.







Autor: Eduardo Teixeira (Vibe Timeless)

A ERA DA ESCURIDÃO- parte 5


A podridão dos esgotos sobe a cidade


Tudo acontecia a meio a escuridão, não era noite, não era dia, mais era escuro e nada se via. Bom os vampiros estão com um grande privilégio, pos eles podem ver e estão a solta pela cidade sem dó sem piedade. Rimo!

Dentre as trevas, um encontro na praça acontecia. Percebe-se uma sensação fria e úmida em seus corpos, acompanhada de múltiplos desejos e idéias que fazem o cenário em sua mente uma verdadeiro logo metragem de um filme de terror. À medida que seus olhos rubros acostumam-se às trevas, contempla suas cálidas mãos erguerem-se num júbilo nunca antes contemplado. Vivaaaaaa! A cidade é nossa!

Três vampiros na praça. Vamos narrar essa cena com calma. Imagine ela. Um vampiro em cima de um poste olhando os outros dois conversa, derrepente ele desce, chega mais um casal perto do que desceu do poste, já temos cinco vampiros. Eles passam tempo a conversa.

> Nomes dos cinco: Tissy, Vibe , HoosHardcore, EduCini e Drika. <

Tissy e Hoss estavam sendo observado por Vibe, Edu e Drika!!!


A vampira e o vampiro que estavam sendo observados dialogavam um com o outro. Bom até acontecer um emprevisto. É um emprevisto! O vampiro tenta roubar o anel da vampira. Pobre vampiro! Como poderia imaginar que aquela moça linda uma vampira, de cabelos louros meigamente encaracolados, corpo esbelto, trajando uma roupa social com um belo destaque de decote seria ofensiva? Que naquele anjo prostrado diante à ele, moraria uma fera? Ela paralisa seu braço ao ponto de quebrar!!!!!!!!

Os três que observava se aproxima! O ancião bate com sua bengala na moça espantando ela, a mesma some!!!!! Temos agora quatro vampiros. Calma que estava vindo mais uma. Chega na praça uma vampira, conhecida por uns e pouco por outros. Temos cinco vampiros de volta!

> Nomes dos cinco: Vibe , HoosHardcore, EduCini, Drika e Stephany. <


Pouparam as apresentações, todos acabam se conhecendo e se entrosando. Com a escuridão em mão surge uma idéia! “ - Vamos forçar o povo a sair de suas casas, vir curtir a escuridão com agente... Vamos nos esgotos fazer outro atentado terrorista... Assim faltara água e as pestes do esgoto vão passar na noite, o mal cheiro vai dominar a cidade, pequenas inundações de água podre e sede eles vão sentir”, era as falas do ancião.

Naquele momento eles pensaram com estratégia, se deixaram levar pelos seus extintos sem perceber, não era a primeira vez que os independentes tem essas idéias, provavelmente acabaria como todas às vezes anteriores - dando certo -. À sede de sangue, destruição, ódio, vingança, liberdade e outros já dava sinais de estar chegando, não demoraria muito para ver o povo sem água, convivendo ao meio de fedor que tudo isso ia trazer a cidade.

Eles usam suas disciplinas para conjurar bombas de alto poder de destruição. Todos seguem para o esgoto da cidade. " - Nem satanás vai nos segurar" palavras de um vampiro decidido e exaltado, ansioso e perturbado eis o momento de uma grande explosão.

As bombas:

* Drika coloca debaixo do cartório;
* HoosHardcore coloca a bomba debaixo da igreja;
* Stephany coloca a bomba debaixo de um laboratório da cidade;
* Vibe coloca na recpesão da cidade chamada de welcome área;
* EduCini coloca debaixo da praça;

Todos sai do esgoto de forma inexplicável usando sua disciplina, e todos vão para a biblioteca. Vão para o chão. Eles apertam o botão. *CABUMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM*.

O que? Porra!!! Hããã... ? O que foi? Fala! Fala! É... Apenas duas bombas explodio (Welcome Area e Cartório )... Tudo bem! Vamos brindar com uma bela taça de sangue, o estrago esta feito da mesma maneira! Um brinde aos vampiros independentes!

Eles comemoram novamente nas trevas mas dessa vez a sensação é úmida, há um mal cheiro, tudo estava feito da maneira quase desejada. Eles se perdem em seus pensamentos enquanto permanece nesse estado de alegria, alegria de vampiro, a destruição ao seus olhos era uma forma de trazer um sorriso em suas faces.

" - Os nossos inimigos e nossos alimentos vão ter que se agarrar firme na sorte para sobreviver nessa cidade. Eles querem obter resposta? Vem pegar!!!! Estamos aqui na escuridão! E enquanto vocês pensar que a sorte esta agarrada em vocês, tolos ai sim vão começa a sentir nossa presa, sem poder falar, nem se mexer e apenas vão desejar acordar desse pesadelo. Boa falta de água e mal cheiro a todos vocês!".




> AUTOR: Eduardo Teixeira






> NOMES DOS PERSONAGENS:

> VAMPIROS INDEPENDENTES: EduCini McBride, HoosHardcore Huntress, Drika Repine, Vibe Timeless, Stephany Gartner e Tissy Blackheart.