Páginas

ATENÇÃO

- Blog: Cronicas e Contos de RPG - Eduardo Teixeira (textos protegidos, sua reprodução é proibida sem a autorização prévia do autor).

SOBRE A LEITURA: VAMOS LER, POIS LER É APRENDER.


A importância da leitura vem a cada dia ganhando força em seus diversos segmentos, pois é um dos requisitos básicos na aprendizagem do indivíduo. O ato de ler é muito importante, pois a leitura vem aos poucos contribuir para a formação de leitores capazes de reconhecer as sutilezas, as particularidades, os sentidos a extensão e a profundidade de cada texto lido.

Quem lê muito escreve bem

Não há como negar que ler contribui para a desenvoltura na escrita, pois vamos incorporando bons modelos de estruturação das ideias, ampliando repertórios, conhecendo novas palavras. Porém, é comum encontrarmos pessoas que leem muito, mas encontram dificuldades para escrever. Pode ser que isso ocorra pela qualidade da leitura. A leitura para a apreensão de conteúdos é básica; no entanto, se também prestarmos atenção na forma como os textos são compostos, podemos usufruir de todo o conhecimento a respeito da linguagem que uma leitura efetiva pode proporcionar e, assim, vamos nos tornando capazes de compor bons textos.

Vale a dica: Estar atento aos modos particulares de escrever dos diferentes autores, em especial daqueles que apreciamos, pode ser um prazer a mais na leitura. Pensar em como você próprio escreveria sobre o tema (e aventurar-se a escrever!), valendo-se do conhecimento dessas inúmeras possibilidades, ajuda-o no aperfeiçoamento de sua própria escrita.
Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 3 de junho de 2013

A ERA DA ESCURIDÃO - final























O fim da Era da escuridão

A era da escuridão acabou. Mas não era estritamente o fim, os independentes não desperdiçariam a oportunidade de criar uma atmosfera de polêmica em volta de si mesmos. Estão prontos para encarar o fim da era da escuridão, eles vão caminhar pela cidade normalmente, irão mostrar-se a todos, podem pegar qualquer um assim que tiverem a chance. Eles podem sustentar sua polêmica de terroristas e malvados por anos, é sim, por anos, a vida eterna está em suas mãos. Eles são bons em ataque surpresa, muito bons mesmo.

Especialmente quando seus inimigos começavam a sumir. Pobres inimigos, eles realmente não tem nada pessoal contra ninguém, mas negócios são negócios e sobrevivência é sobrevivência. Nunca deixam rastros, são que nem fantasmas, não deixam pistas. Agora mesmo acabando a escuridão da era da escuridão, eles dão risada dos estragos feitos pela cidade, tudo isso os divertia. Não é ser mal mais é seguir seus extintos. Poder de vampiro era usado sempre!

Uma coisa importante para saber sobre o poder é: É muito difícil não usa-lo.
Os vampiros independentes, abusam de seus poderes e inimigos sumiam mais rápido que coelhos. Como tudo isso aconteceu? Essa escuridão? Esses ataques? Ameaças? Os rumores rolam pela cidade, mas ninguém jamais esteve realmente por dentro do assunto.

Eles haviam de fato encontrado uma forma de ter muito mais poder perante a cidade com o Elmo negro... Mas acabou! Vamos manter em segredo tudo o que aconteceu e acontece aqui! Esses segredos, o que pode acontecer é serem sussurrados em seus ouvidos.

O mundo esquece muito rapidamente das coisas, mas os independentes irão fazer todos lembrarem a cada dia que passa. Os Independentes estarão sempre lá, prontos para a guerra. Prontos para trazer pesadelos. Prontos para alimentar-se. Não há propósito. Eles sempre fazem isto e sempre farão, por que eles sempre estiveram aqui e sempre estarão. Até que o próprio tempo os derrube e os façam parar.

Chego o fim da Era da escuridão.... Aproveitem!!!!




> AUTOR: Eduardo Teixeira




THE END

A ERA DA ESCURIDÃO- parte 5




A podridão dos esgotos sobe a cidade


Tudo acontecia a meio a escuridão, não era noite, não era dia, mais era escuro e nada se via. Bom os vampiros estão com um grande privilégio, pos eles podem ver e estão a solta pela cidade sem dó sem piedade. Rimo!

Dentre as trevas, um encontro na praça acontecia. Percebe-se uma sensação fria e úmida em seus corpos, acompanhada de múltiplos desejos e idéias que fazem o cenário em sua mente uma verdadeiro logo metragem de um filme de terror. À medida que seus olhos rubros acostumam-se às trevas, contempla suas cálidas mãos erguerem-se num júbilo nunca antes contemplado. Vivaaaaaa! A cidade é nossa!

Três vampiros na praça. Vamos narrar essa cena com calma. Imagine ela. Um vampiro em cima de um poste olhando os outros dois conversa, de repente ele desce, chega mais um casal perto do que desceu do poste, já temos cinco vampiros. Eles passam tempo a conversa.

> Nomes dos cinco: Tissy, Vibe , HoosHardcore, EduCini e Drika. < Tissy e Hoss estavam sendo observado por Vibe, Edu e Drika!!! A vampira e o vampiro que estavam sendo observados dialogavam um com o outro. Bom até acontecer um emprevisto. É um emprevisto! O vampiro tenta roubar o anel da vampira. Pobre vampiro! Como poderia imaginar que aquela moça linda uma vampira, de cabelos louros meigamente encaracolados, corpo esbelto, trajando uma roupa social com um belo destaque de decote seria ofensiva? Que naquele anjo prostrado diante à ele, moraria uma fera? Ela paralisa seu braço ao ponto de quebrar!!!!!!!! Os três que observava se aproxima! O ancião bate com sua bengala na moça espantando ela, a mesma some!!!!! Temos agora quatro vampiros. Calma que estava vindo mais uma. Chega na praça uma vampira, conhecida por uns e pouco por outros. Temos cinco vampiros de volta! > Nomes dos cinco: Vibe , HoosHardcore, EduCini, Drika e Stephany. <


Pouparam as apresentações, todos acabam se conhecendo e se entrosando. Com a escuridão em mão surge uma idéia! “ - Vamos forçar o povo a sair de suas casas, vir curtir a escuridão com agente... Vamos nos esgotos fazer outro atentado terrorista... Assim faltara água e as pestes do esgoto vão passar na noite, o mal cheiro vai dominar a cidade, pequenas inundações de água podre e sede eles vão sentir”, era as falas do ancião.

Naquele momento eles pensaram com estratégia, se deixaram levar pelos seus extintos sem perceber, não era a primeira vez que os independentes tem essas idéias, provavelmente acabaria como todas às vezes anteriores - dando certo -. À sede de sangue, destruição, ódio, vingança, liberdade e outros já dava sinais de estar chegando, não demoraria muito para ver o povo sem água, convivendo ao meio de fedor que tudo isso ia trazer a cidade.

Eles usam suas disciplinas para conjurar bombas de alto poder de destruição. Todos seguem para o esgoto da cidade. " - Nem satanás vai nos segurar" palavras de um vampiro decidido e exaltado, ansioso e perturbado eis o momento de uma grande explosão.

As bombas:

* Drika coloca debaixo do cartório;
* HoosHardcore coloca a bomba debaixo da igreja;
* Stephany coloca a bomba debaixo de um laboratório da cidade;
* Vibe coloca na recpesão da cidade chamada de welcome área;
* EduCini coloca debaixo da praça;

Todos sai do esgoto de forma inexplicável usando sua disciplina, e todos vão para a biblioteca. Vão para o chão. Eles apertam o botão. *CABUMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM*.

O que? Porra!!! Hããã... ? O que foi? Fala! Fala! É... Apenas duas bombas explodio (Welcome Area e Cartório )... Tudo bem! Vamos brindar com uma bela taça de sangue, o estrago esta feito da mesma maneira! Um brinde aos vampiros independentes!

Eles comemoram novamente nas trevas mas dessa vez a sensação é úmida, há um mal cheiro, tudo estava feito da maneira quase desejada. Eles se perdem em seus pensamentos enquanto permanece nesse estado de alegria, alegria de vampiro, a destruição ao seus olhos era uma forma de trazer um sorriso em suas faces.

" - Os nossos inimigos e nossos alimentos vão ter que se agarrar firme na sorte para sobreviver nessa cidade. Eles querem obter resposta? Vem pegar!!!! Estamos aqui na escuridão! E enquanto vocês pensar que a sorte esta agarrada em vocês, tolos ai sim vão começa a sentir nossa presa, sem poder falar, nem se mexer e apenas vão desejar acordar desse pesadelo. Boa falta de água e mal cheiro a todos vocês!".





AUTOR: Eduardo Teixeira


A ERA DA ESCURIDÃO- parte 4




Que o banho de sangue comece

Um sorriso! Sorrisos podem ser tão perigosos como a lâmina de uma espada, alguns transmitem luz tão branca como a aura de um anjo e outras tão robustas que o termo “perda total” se encaixaria perfeitamente.

Apos alguns dias trancado em seu quarto estudando maneiras de ligar seu plano de carnificina e banho de sangue na cidade enquanto lançar as trevas, pacto feito com o senhor TH ser de enorme poder... O vampiro ancião elabora alguns planos maquiavélicos para deixar vários lados em conflito e adquirir momentaneamente aliados poderosos. Assim ele se recorda da morte de seu filho Kyasid para os infernais, notificado quando Educini voltou a cidade, ele em seguida lembra da morte do filho do antigo Líder garou Douglas. Tambem morto pelos infernais. Assim pensa em usar esse argumento para aliar os dois grupos em uma luta... Porem ele também quer que essa briga se estenda, assim sai de sua sala e vai ate o encontro de Wandinho que esta lendo um livro sobre o ritual que o ancião pediu que ele providencia-se a alguns dias e pergunta:

- Irmão, pega o vídeo de segurança do dia em que peguei o infernal Glad e vieram resgatá-lo. Diga-me o que a fita mostra por favor, tenho uma idéia!

O vampiro wandinho faz o que o ancião pediu. Sim, passo a passo. A duvida esta no ar. O que o ancião quer? Um pensamento. Uma pergunta!

- Entao professor o que você quer aqui em especifico? (Ele estava olhando no noteboock o controle de vídeos de segurança da biblioteca).

Ele cego folheava o livro que estava em cima da mesa, pagina por pagina... As folhas se viram uma a uma lentamente. Ele para em uma folha! Uma expressão. Aqui!!!

- Bem me diga quem veio buscar o infernal aqui, o comentário é que muitas pessoas vieram atráz do homem. Me diz o que você vê... Alguém conhecido? Estão na forma infernal? Ou são ''humanos''. (Ele dava risada)

A pagina. Era ali, a pagina. O ancião volta a falar:

- Aqui está o que quero, transforme água em sangue... Junte alguns vampiros importantes e faça... Mas agora me conte o que vê. (Silencio ele fazia)

O que ele via? É tremere nos conte!

wandinho responde:

- Bem professor aqui vemos apenas humanos, nada que defina ser algum outro ser. (Impressionado com o que o professor acaba de fazer)


Hei! Ancião é com você!

O ancião diz:

- Excelente. Todos são humanos ate que provem o contrario não? Vai servir pra eu botar algumas raças em conflito... Banho de sangue deve rolar agora só depende de minha lábia, se são humanos ou não! Bem que pouco me importa. Bem agora é o seguinte, quero que ainda hoje junte três vampiros fortes.

Apos suas falas o velho e cego, que era sábio e atento, corta o pulso e escorre seu propio sangue em um frasco. Ele pega uma copia do vídeo. Ele ria muito. Macabro!
O ancião pega a copia do vídeo e segue para os garous rumo a cervejaria, deixando o sangue com o wandinho, o tremere, para um ritual. Caminhava sem pressa. Ditado popular " A pressa é inimiga da perfeição ".


O relogio " Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac ..."


[APOS VOLTAR DA CERVEJARIA]


A volta para a biblioteca ele se mostra cansado... Dores pelo corpo...
Nós estamos em mitos e boatos. Não tens certeza disso devido a não ficar toda a noite vigiando os movimentos dos becos escuros. Ele, sinceramente vai fazer agora. Venha, e acompanhe... O ancião veste o Elmo Negro e proclama algumas palavras ritualísticas!!!!!

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH
AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH
(Perdão! Isso fui eu mesmo que fiz)

Incrível o céu se enche de nuvens negras, raios e trovoes tomam conta de toda cidade! Escuro! Escuro! Escuro! Escuro! Escuro! Escuro! Escuro! Escuro! Escuro!
Uma forte ventania surge do nada trazendo com sigo uma densa nevoa negra. Era a volta da era das trevas na cidade. Corra! Não pensa! Feche as portas! Se esconda!
Estava feito. Não pode mais voltar atráz. Ele fala:

- Todos moradores dessa cidade, menos Vampiros sofreram os efeitos das trevas. (Ele cai no chão)

- Que o banho de sangue comece!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!






> AUTOR: Eduardo Teixeira

A ERA DA ESCURIDÃO - parte 3




O Vídeo

Terror é terror! Quem disse que o terror precisa ser diferente? Imagine um mundo aonde você não possa ver! Imaginou? Agora Imagine você caminhar e sentir-se vigiado perseguido, e nada possa fazer ou ver. Calma ainda é cedo. Os vampiros, falamos de todos os vampiros não excluindo seita e nem clã, todos, todos os vampiros terão em mãos a Era da escuridão. Não haverá heróis... Não terão piedade sendo eles bandidos, moças, estrelas de rock, repórteres, policiais, velhinhos inocentes ou até mesmo o padre com carinha de santo. Morram todos vocês!

O ataque na delegacia traz uma certa polemica na cidade, óóóóó tadinho deles se preocupando com a delegacia. Quem será fez esse ataque terrorista? Na biblioteca os vampiros especificamente o Baali, um homem de idéias fortes, arrumava a câmera a ajusta em direção de uma mesa com três lugares focalizando a câmera na altura que seria para pegar o rosto de quem sentar na mesa, apos isso, chamava mais dois vampiros os mesmo vampiros independentes que estavam com ele no dia do ataque a delegacia. Um deles estava estudando, sábio feiticeiro se dedicava em seus estudos o outro me aparece com cabeças na mão. Meus deus ainda não cheguemos à parte de terror! Todos os vampiros seguem para a sala onde estava a camera e derrepente o ancião aparece e pergunta o que estava acontecendo ali e o baali chamado de morris ( nome usando como disfarce ) explica para o ancião seus planos maléficos e junto fala que eles foram os autores do ataque terrorista da delegacia.

Os vampiros entravam em diálogos, o ancião falava que já tinha ouvido rumores e deixa claro que gostou do ataque e deixa uma curiosidade no ar quando fala que tem uma surpresa para os moradores em geral de Lendas Urbanas. O vampiro baali explica a situação e o ancião mata a curiosidade de todos revelando o Elmo negro.

A situação estava totalmente sob controle, e todos os planos colocados em praticas, era imensa a lista de planos que surgem na mente desses vampiros. Umas conversas precisam ser marcada pela historia, não era apenas palavras e sim afirmações e profecias vampiricas.

O tremere ( wandinho) diz:
- Causar caos isso que vocês querem , gerar o medo entre esse imbecis, acho que o pouco que li sobre aquele material que me passou professor (se refere à EduCini) , sua cria mais poderosa padeceu sobre demônios , temos alvos mais poderosos a lidar , creio eu , claro vamos amedrontar esse idiotas humanos , mas devemos também se preparar para os cães infenais...

O nagajara ( Vibe) diz:
- O medo é bom para eles, eles que eu digo é os humanos pos os humanos dessa cidade já tem seus dias contados para o inferno então na verdade os mocinhos somos nos, vendo de um ponto de vista ao nosso favor. Estou com fome! Quero comer até vomitar, até não poder mais! Acho maravilhoso a idéia de vocês e quero ajudar em tudo que estiver à minha disposição... Os demônios que se cuidem!

O baali ( morris) diz:
- Se preparar com cães do inferno ? Aqueles malditos se ousarem aparecer na minha frente não terá mais o prazer de andar porque vou quebrar todos os ossos do corpo de tais malditos. Vamos andar logo com isso quero sentir o medo de cada ser desta cidade pairando com o vento das fortes neblinas da noite... E quanto a você ancião o que tem em mente para usar tal artefato ?

O Kiasyd ( EduCini ) diz:
- Daqui a alguns dias vou ativar esse elmo na cidade, assim quatro dias inteiros de trevas... Uma escuridão total para todos, menos vampiros, com isso temos uma vantagem em nossa caça... E enquanto tivermos nas trevas quero um banho de sangue em toda cidade, para isso alem da violência que geraremos quero que os vampiros se reúnam antes e realizem um ritual que nosso amigo tremere deve conhecer bem, e transformaremos a água da cidade em sangue. Ficaram cegos e sem água... Viveram no meu mundo.


Enquanto o ancião se retira da sala o restante dos vampiros liga a câmera e se revelam diante dela! Eles se transformam na suas verdadeiras faces VAMPIROS e tão cheio de ódio e rancor mostram a maldade e a fúria que habita em seus corações perante a câmera.

***** ***** ***** ***** ***** ***** ***** *****
GRAVANDO:

" - Se acreditam em Deus é bom vocês rezar rezem para esse seus deuses de mentira que serve apenas de conforto, vamos ver até aonde os seus deuses iram ajudar! Isso é a vida eterna! Quem ta vendo esse vídeo se tem a mesma vida que eu se preparem para medir forças com minha espécie... Deixo meus irmãos falarem agora...

- Malditos seres habitantes de Lendas Urbanas, chegou a hora que todos temiam que todos rezavam em suas malditas casas para não acontecer, mais esse dia chegou, dias de escuridão vão chegar e com ele sangue vai jorrar... Por todos os lugares cabeças vão rolar e vocês nunca mais verão a luz do sol novamente... Isso sintam medo e temem a nos os seres das noites eternas porque a qualquer momento você pode ficar frente a frente com um. "

***** ***** ***** ***** ***** ***** ***** *****

O vídeo foi editado e feito muitas copias dele... Enquanto manda via email para todos os meios de comunicação da cidade o vídeo nomeado " chegou a Hora Malditos ".
O vídeo foi distribuído em vários locais da cidade! Delegacia em ruínas - um vídeo - , igreja da cidade - um vídeo, - banco da praça - um vídeo - ( tomara que nenhum bebum pega esse vídeo ) , teatro da cidade - um vídeo -. Só o fato de usar a internet local para distribuir já era o bastante, bom esperamos que a cidade tome conta de repassar o recado.






> AUTOR: Eduardo Teixeira (Vibe Timeless)



A ERA DA ESCURIDÃO - parte 2









O Elmo e A cidade escura


A muito tempo atrás, na época medieval quando ainda existia os cavaleiros os homens de armadura e de grande bravura, pois la estavam eles os VAMPIROS... Na quela época já saciavam sua sede com um saboroso e nutritivo ( hummmmmmmmm ) sangue humano. Na quele tempo, da era medieval existia deuses consagrados e aqui vamos falar do deus Ares, ele é mais exatamente o deus da guerra selvagem, ou sede de sangue, ou matança personificada. Bom chega de bla bla bla. Nos tempos normais, digo os tempos de hoje, à um pertence do deus Ares que esta em Lendas Urbanas ele é chamado de "Elmo" um capacete de guerra da era antiga.


Na praça de Lendas Urbanas o vampiro ancião se encontra com uma pessoa conhecida, era TH ( Nightmare ), um belo encontro mais o que o ancião não poderia esperar é a proposta que o "homem" lhe faz. Apos muitas conversas Nightmare revela que vai dar a escuridão aos vampiros e junto da escuridão grande força e poder em troca quer "um banho de sangue". O ancião aceita e caminham para um local já conhecido e aonde os vampiros independentes convivem na sua mais pura existência - o beco -.

TH assumia sua verdadeira forma, à forma de Nightmare , ao mesmo tempo uma sombra similar a do deus da guerra surge, e ao ancião sentia sua presença - sombrio e medonho - ele junta as suas mãos aonde começa a materializar um Elmo de coloração Negra.... Um objeto, algo muito estranho, caiu do céu. O ancião curioso pra ver esse objeto o que era ( literalmente falando porque ele é cego ). O objeto criou uma grande cratera no chão. O ancião queria saber se já poderia pegar ao escutar o barulho do metal cair no chão e do tremor da terra, o sábio e poderoso Nightmare faz o elmo levitar nas mãos do ancião, e sem mover seus lábios uma voz vem na mente do Ancião: "Minha mãe me deu educação e dizia para sempre ajudar os deficientes. Seja fiel a Ares que ele será fiel a você!"

Nightmare pensava como era fácil enganar um cego assim como uma infernal , o elmo que ele entrega ao vampiro não é o verdadeiro , porem contem as propriedades para que ele conjure o feitiço da escuridão total durante quatro dias e quatro noites. Assim lhe dando vantagens naquele período de tempo.

Logo Nightmarese volta ao vampiro ancião EduCini e começa a falar:

- Por Ares... Cumpra nosso acordo!!! Quanto mas sangue mas chances terá de ser o escolhido...

- O sangue vai jorrar na cidade... Garanto... Mas me diga o que tal escuridão proporciona?

- Trevas! Trevas total... Esqueça o sol... Esqueça a lua... Esqueça o mundo a sua volta... Transforme as ruas, transforme a cidade em seu ambiente plano de caça....

- As pessoas enxergam como nessas trevas?

- Apenas sua raça tem o poder para enxergar nesta escuridão, Humanos vão estar desorientados, os garous apenas com o faro, apenas a um palmo de distancia meu caro... Nem mas absoluta tecnologia podera ver através da escuridão do reino da escuridão (Hades). A menos que você permita! Não sei como conseguem viver com humanos , ja que sua natureza é de um verdadeiro predador!

- O sangue deles é fraco para mim... Sangue de fadas é minha vida porem elas foram extintas, mas tenho minha reserva, porem sangue humano para um ancião como eu é a mesma coisa que tomar uma cerveja sem álcool. Não tem graça! Preciso agora pensar nos meus planos para esses quatro dias de trevas, mas que sangue rolara na cidade rolara, de um jeito ou de outro. Agora com sua licença meu amigo preciso me retirar.


Um presente! O ancião da um livro de presente e Nightmare desaparece sem se despedir. O ancião se prepara para ativar o elmo, muita calma, > caaaalllmmmaaaa <, a pressa é inimiga da perfeição, tudo tem seu tempo, se preparem para escuridão do reino da escuridão (Hades) aonde só os vampiros podem ver diante dessa escuridão.

Corra!!! Corra!!! Corra!!! Corra!!! Corra!!! Corra!!! A Era da escuridão...


Eduardo Teixeira

Vibe Timeless


A ERA DA ESCURIDÃO - parte 1





((Bom aqui vai uma campanha muito show, cheio de aventuras e emoção e com tudo o que tem direito pra formar um ótimo jogo. Curta essas cronicas, são 6 cronicas (parte1, 2, 3, 4, 5 e 5). Um grupo de amigos fez parte dessas aventuras, então agradeço a todos que fizeram parte dessa campanha. Bom a cidade tinha voltado ter sol, mais não por muito tempo, então os vampiros conseguiram trazer a escuridão de volta e junto dela uma neblina sendo assim uma grande maldição pela cidade aonde só os vampiros (sabas, camarillas e independentes) podem ver. Desejo uma ótima leitura, cronicas de puro terror psicológico e o melhor de tudo é que isso aconteceu.))













Delegacia de pernas pro ar



" O tempo não é nada pra quem tem a vida eterna em mãos, Era da luz se passa... Rugem os tambores, abrem as cortinas que a Era da escuridão chegou ".


A noite chegou - eles sabiam que era noite - mas por que eles podiam ver a cidade com tanta clareza, como se o sol estivesse brilhando alto no céu? Por que o ar estava tão cheio de ruídos e de cheiros? A brisa quase inexistente trouxe um cheiro de humanos, e eles sabiam com surpreendente certeza que um humano caminhava uns bons duzentos passos de distância. Nada lhe garantia se era mesmo um humano.

É vampiros vocês não sabem que a partir de amanhã não vão enxerga ( literalmente falando ) o sol , mais por puro extinto fazem suas profecias da Era-da-escuridão profetizar. O vampiro baali cujo seu nome é conhecido como morris já preso na biblioteca pelo sol achava que tava ficando louco sem poder instalar o caos na cidade. Pra que sofre? Nada é pra sempre! Chegou a noite e o baali liga para vampira Danielly... Enquanto isso outros vampiros já estavam ali era o vampiro feiticeiro wandinho e Vibe que apareceu do nada pelas sombras. morris chama seus irmãos para lhe seguir carregando uma misteriosa bolsa em suas costas. Todos seguem o vampiro baali...


Narrador:
- Se preparem, a historia esta pra começar! Talvez não tenha fim mais é um começo de uma nova era. Atenção cidadoes de Lendas Urbanas, a partir de hoje deixem as portas de suas casas bem fechadas, ahhhh não querem me ouvir é? Estão rindo do que eu estou falando? Vaidosos , insetos , inúteis , prepotentes , presuntos é assim a visão de vocês humanos... (buaaharaharaharaahahaharaharaahra)... Eu ainda não acabei vou rir mais um pouquinho... ( buahahaahraahraahahraahara )... Ok ok , já terminei!


Quatro vampiros e uma só missão , assim morris , Vibe , wandinho e Danielly se cumprimentam e descobrem o que tem dentro da mochila... O que será que é?... Sem mais mistérios, era explosivos de alto poder de destruição em massa, chamada de c4. Essas foram as palavras do baali , palavras de odio e rancor , palavras de ecoam nos ouvidos de todos ali presente , ele diz:

- Vamos andar logo peguem cada uma banana de c4 e coloquem em cada viga da estrutura do prédio aqui da policia vamos por abaixo essa cidade hoje.


Todos pegam seus explosivos e colocam no devido lugar, que maldição, era hoje que a cidade fica sem delegacia, não acha que isso é muito não, na verdade é pouco pelo o que vem pela frente agora eles querem é que se foda se tem sol ou não tem mais sol. Todos caminham pra bem longe e atraz de uma mureta pos dois dos vampiros tinha um certo medo de fogo, mais nada grave. Pera! Pera! Pera! Pera! Pera! Escultem o barulho, apreciem ( CABUMMMMHHHHHHHHH ). A primeira bomba. Calma tem mais... ( CABUMMMHHHHHH ). As outras bombas falharam por ser mal instaladas, o propio baali explodiu o prédio da delegacia.


Narrador:
- Como as bombas só duas acertaram o prédio teve um desastre meio que recontruivel. Bom dois buracos eNoRmEs na lateral e uma leve tremedera rachando o que sobrou. Bommmmm , la vem mais né? ( kkkkk ) por final um tremor na cidade. Essa noite podemos dizer que " foi uma noite do barulho " ( kkkkk)... Continuamos...


Enquanto os vampiros observam a catástrofe, o baali fica furioso por não derrubar o seu alvo, tentando imaginar o que tinha feito de errado para nao derrubar o prédio. Passava pela sua cabeça que com as fortes explosoes metade da cidade estaria nas ruas para saber o que estaria acontecendo, então morris fala com os outros vampiros:

- Essa porra não caiu mais eu ja tenho em mente nosso proximo passo.

O baali anda até o prédio que esta bem comprometido pelas explosoes, ele retira de seu bolso um pequeno canivete cortando seu pulso e com seu sangue escreve no prédio que esta quase em ruínas " AS TREVAS VOLTARAM, PREPAREM-SE PARA ERA DA ESCURIDAO " pega sua mochila no chão e sai caminhando chamando seus amigos e diz:

- Vamos tenho planos melhores para os dias que viram e não podemos arriscar ja esta quase na hora do sol nascer.

Todos seguem seus caminhos....



Narrador:

- ....


Eduardo Teixeira

Bons tempos...