Páginas

ATENÇÃO

- Blog: Cronicas e Contos de RPG - Eduardo Teixeira (textos protegidos, sua reprodução é proibida sem a autorização prévia do autor).

SOBRE A LEITURA: VAMOS LER, POIS LER É APRENDER.


A importância da leitura vem a cada dia ganhando força em seus diversos segmentos, pois é um dos requisitos básicos na aprendizagem do indivíduo. O ato de ler é muito importante, pois a leitura vem aos poucos contribuir para a formação de leitores capazes de reconhecer as sutilezas, as particularidades, os sentidos a extensão e a profundidade de cada texto lido.

Quem lê muito escreve bem

Não há como negar que ler contribui para a desenvoltura na escrita, pois vamos incorporando bons modelos de estruturação das ideias, ampliando repertórios, conhecendo novas palavras. Porém, é comum encontrarmos pessoas que leem muito, mas encontram dificuldades para escrever. Pode ser que isso ocorra pela qualidade da leitura. A leitura para a apreensão de conteúdos é básica; no entanto, se também prestarmos atenção na forma como os textos são compostos, podemos usufruir de todo o conhecimento a respeito da linguagem que uma leitura efetiva pode proporcionar e, assim, vamos nos tornando capazes de compor bons textos.

Vale a dica: Estar atento aos modos particulares de escrever dos diferentes autores, em especial daqueles que apreciamos, pode ser um prazer a mais na leitura. Pensar em como você próprio escreveria sobre o tema (e aventurar-se a escrever!), valendo-se do conhecimento dessas inúmeras possibilidades, ajuda-o no aperfeiçoamento de sua própria escrita.
Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Military Base-Mission:17 - Os 1a F.T.M. - M:17




”Largue isso. Eu não quero ouvir a história da sua vida, e não me importo nem um pouco com o que a sociedade fez com você. Eu só quero ver esta arma no chão AGORA, antes que eu te abra uma narina extra.”


Na Era da missão:17, uma força militar coesa era tudo o que o governo possuia para manterem-se livres da falha da missão:16. Um exército poderoso com armas incriveis e inigualáveis, pois através deles seriam capazes de conquistarem a cidade e manter e destruir a falha da missão:16.


Nestes tempos difíceis, onde CyberRats se tornou algo tão banal quanto escovar os dentes, e uma população armada vive em eterno clima de guerra.

Nos velhos tempos, a escória das ruas atirava nos policiais. Hoje em dia, eles terão sorte se levarem apenas um tiro: Os CyberRats fazem um AR-15 parecer brinquedo de criança. Mas é pra isso que eles estão lá - para pegar os piores setores, aonde soldado comum não vai, onde o melhor que pode aparecer é um psicopata saindo do esgoto disparando tiros. Prédios queimados, carros abandonados e restos de casas comerciais fazem sua trincheira habitual. Ou há aqueles que acabam no agindo sozinhos, indo caçar aqueles que eles acham suspeito, talvez aquele senhor seja suspeito , ou talvez aquela moça cheio de sangue pelo corpo poderia ter feito algo de errado. Mas não importa muito: seja qual for o preço a pagar pela manutenção da lei em suas terras - em balas ou em sangue - ele têm o bastante.

Em todas as guerras, sempre há aqueles que se destacam dos simples soldados, aqueles que com seus feitos e atos mudam o destino de muitos, e estes estão destinados a serem reverenciados pela história. Aí entra 1a F.T.M. - M:17!







Autor: Eduardo Teixeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário