Páginas

ATENÇÃO

- Blog: Cronicas e Contos de RPG - Eduardo Teixeira (textos protegidos, sua reprodução é proibida sem a autorização prévia do autor).

SOBRE A LEITURA: VAMOS LER, POIS LER É APRENDER.


A importância da leitura vem a cada dia ganhando força em seus diversos segmentos, pois é um dos requisitos básicos na aprendizagem do indivíduo. O ato de ler é muito importante, pois a leitura vem aos poucos contribuir para a formação de leitores capazes de reconhecer as sutilezas, as particularidades, os sentidos a extensão e a profundidade de cada texto lido.

Quem lê muito escreve bem

Não há como negar que ler contribui para a desenvoltura na escrita, pois vamos incorporando bons modelos de estruturação das ideias, ampliando repertórios, conhecendo novas palavras. Porém, é comum encontrarmos pessoas que leem muito, mas encontram dificuldades para escrever. Pode ser que isso ocorra pela qualidade da leitura. A leitura para a apreensão de conteúdos é básica; no entanto, se também prestarmos atenção na forma como os textos são compostos, podemos usufruir de todo o conhecimento a respeito da linguagem que uma leitura efetiva pode proporcionar e, assim, vamos nos tornando capazes de compor bons textos.

Vale a dica: Estar atento aos modos particulares de escrever dos diferentes autores, em especial daqueles que apreciamos, pode ser um prazer a mais na leitura. Pensar em como você próprio escreveria sobre o tema (e aventurar-se a escrever!), valendo-se do conhecimento dessas inúmeras possibilidades, ajuda-o no aperfeiçoamento de sua própria escrita.
Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Military Base-Mission:17 - Os CyberRats M:16


Vindo de uma experiência, grandes sábios da CyberTecnologia, soldados poderosos com grande poder de fogo e força em um só corpo... Ex-humanos e agora Maquinas, muitos mais maquinas do que humanos e outros pouco se vê a sua parte Cyber. Porque eles? Agora se revoltam com o mundo em sua volta, e lutam para sobreviver.

Aqui a sobrevivência requer um tipo especial de pessoa: duro, esperto,mau, sujo... e com um pouco de sorte. Tudo aqui é ação e reação. Fique parado e o mundo passa por você — ou sobre você — ou o devora no almoço. Confiança? Confiança é para os tolos.
Qualquer um é capaz de esfaqueá-lo por meia dúzia de cervejas ou por um almoço.
É preciso ser rápido. Há negócios a realizar e coisas a fazer. Se você estiver numa boa pela cidade, pode apostar que haverá um bando soldados da "1a F.T.M. - M:17" prontos a deixá-lo sangrando na sarjeta. Bem vindo à fronteira aonde terá que superar todos seus limites, esse é o mundo dos CyberRats M: 16.


”No meio da cidade, eu não estava me importando tanto - nós estávamos aproveitando nossa batalha contra o exercito M:17, e o cyberbraço novo se pagou nos dois primeiros tiroteios. Assim me levaram para o esgoto , e quando eu acordei, estava sem minhas pernas. Eles me deram duas opções: ser um aleijado numa cadeira de rodas, ou ter duas pernas novas e uma nova missão. Como você pode ver, eu escolhi a segunda…”

>>> Lutar é que eles melhor sabem fazer, estes samurais urbanos modernos são assassinos de aluguel natos, matadores, estrategistas, fortes, muitos com habiliadedes que um humanos não poderá ter, antigos soldados que se tornaram maquinas impiedosas.<<<

Renascido com uma arma na mão, os CyberRats cumpre os papéis de matador, saqueadores, mercenário… A elite das máquinas de guerra no mundo da tecnologia. Quase todos tiveram alguma experiência militar, sendo cobertos gradualmente por medalhas. É uma boa vida, mas com um preço alto: seus reflexos assassinos são tão altos que você tem que se conter para não perder o controle de uma hora para outra, os anos consumindo drogas de combate o deixam tão viciado que você não é capaz de confiar em ninguém - especialmente na sua mãe.









Autor: Eduardo Teixeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário