Páginas

ATENÇÃO

- Blog: Cronicas e Contos de RPG - Eduardo Teixeira (textos protegidos, sua reprodução é proibida sem a autorização prévia do autor).

SOBRE A LEITURA: VAMOS LER, POIS LER É APRENDER.


A importância da leitura vem a cada dia ganhando força em seus diversos segmentos, pois é um dos requisitos básicos na aprendizagem do indivíduo. O ato de ler é muito importante, pois a leitura vem aos poucos contribuir para a formação de leitores capazes de reconhecer as sutilezas, as particularidades, os sentidos a extensão e a profundidade de cada texto lido.

Quem lê muito escreve bem

Não há como negar que ler contribui para a desenvoltura na escrita, pois vamos incorporando bons modelos de estruturação das ideias, ampliando repertórios, conhecendo novas palavras. Porém, é comum encontrarmos pessoas que leem muito, mas encontram dificuldades para escrever. Pode ser que isso ocorra pela qualidade da leitura. A leitura para a apreensão de conteúdos é básica; no entanto, se também prestarmos atenção na forma como os textos são compostos, podemos usufruir de todo o conhecimento a respeito da linguagem que uma leitura efetiva pode proporcionar e, assim, vamos nos tornando capazes de compor bons textos.

Vale a dica: Estar atento aos modos particulares de escrever dos diferentes autores, em especial daqueles que apreciamos, pode ser um prazer a mais na leitura. Pensar em como você próprio escreveria sobre o tema (e aventurar-se a escrever!), valendo-se do conhecimento dessas inúmeras possibilidades, ajuda-o no aperfeiçoamento de sua própria escrita.
Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 7 de junho de 2010

UM NOVO AMIGO - Vampiro VS Caçador



((DETELHE DA CRONICA: Vibe ERA HUMANO NESSA AVENTURA, O PERSONAGEM Vibe ATUA EM VARIAS AVENTURAS, MAIS MUITAS DAS AVENTURAS O PERSONAGEM PODE SER DIFERENTE, A HISTORIA PODE SER DIFERENTE MAIS O NOME DO PERSONAGEM É O MESMO. BOM VAMOS ACOMPANHAR ESSA AVENTURA, FOI MUITO SHOW)).


UM NOVO AMIGO




- É humanos, vampiros existem sim !!!


Durante séculos, humanos e vampiros lutaram entre si pelo controle
da Terra , por sobrevivência , vingança , alimento e outras series de fatores que faz um humano e um vampiro ser inimigos. Bom á também exceções que provam o contrario, mais será mesmo que um vampiro e um humano podem ser amigos??? . Deixo essa duvida no ar cabe a cada guerreiro saber essa resposta, mais à guerra sempre existiu e sempre vai existi mais ser alimento não deve ser boa coisa . Você já pensou o que se passa na cabeça de um gado ao ser sacrificado em um frigorífico ??? A guerra esta de pé!!! Esta guerra levou incontáveis guerreiros; mortes e grandes prejuízos aos dois lados. Isso levou ambas as partes a perceberem que tal disputa nunca teria fim, pois os dois lados possuíam a mesma força...



12 de março de 2010
23h30min


Vibe Timeless gospe no chão após da um gole de um conhaque barato, era pra esquentar a alma do agente rastreador veste uma blusa algo simples nada de luxuria e caminha para festa de páscoa “ um bom lugar realmente , já estou com meus aparelhos rastreadores em mão “ segui para a festa enquanto caminhava olhava a fumaça que dançava ao ser levada pelo vento " enfim cheguei na festa "

Narrador :
- O agente não sabia o que estava a sua espera na festa !!! Pobre coitado ???
Nãooooo, apenas não sabia mesmo!!!


Já na festa...

EduCini McBride segura mais forte o braço da amada e diz em seu ouvido:
-Por favor me leve para mais longe das caixas de som, o volume alto faz eu ficar meio perdido nesse mundo as escuras.

Sua esposa Drika Repine sente seu esposo puxando-a e se vira pra falar:
-Sabe onde exatamente meu amor?

EduCini se afastando das caixas de som guiado por sua esposa, o vampiro anda pela pista de dança, ao passar no meio de tantos estranhos, senti uma vibração interessante vinda de alguem...nisso ele para de andar e puxa Drika para perto dizendo:

- Amor espere um pouco, existe alguém nesse local que me chamou a atençao , ele se concentra por alguns segundos...sente a vibração de alguém conhecido e indica o lugar mais ou menos para sua esposa e diz:

- Esta vendo aonde esta o nosso amigo Wandinho ( amigo de EduCini )...sinto a vibraçao deste...e a pessoa que quero esta entre nos e Wand...e aponta discretamente o local em que a pessoa esta , essa pessoa era Vibe.Sua esposa olha na direção que seu marido aponta e vê um rapaz, o segura e os dois vão até ele.

Vibe escuta o som alto mesmo não sabendo dançar deixa o corpo seguir o balançar da musica , sua companheira estava em casa bem guardada uma magnum 44 negra feita para colecionadores não observa nada de estranho até observa um homem sendo guiado por uma mulher suposta esposa “ pode ser esposa dele né ? será que ele é cego ? “.

O vampiro se aproxima-se de Vibe pois tinha lhe chamado a atenção , Vibe acha estranho a educação do sujeito e imagina mil coisas os dois entra em um dialogo amigável e acabam indo tomar uma bebida.


EduCini:
-Boa noite, esta gostando da festa? Meu nome é Educini Mcbride e esta é minha esposa Drika Repine, e o senhor...?

Vibe:
- Boa noite prazer eu me chamo Vibe ... Vibe Timeless.

EduCini:
- Nos daria a honra de tomar uma bebida conosco?

Vibe imaginava como tão poucas pessoas tem esse gênero de educação por essa cidade cercada de tubarões, ainda assim Vibe mostrava um sorriso com múltiplos siguinificados e ao escutar o generoso convite para tomar uma bebida “ maldita vontade de beber vou aceitar sim , vou ver se esse cara é de confiança já já , eu não confio as aparências e sim no interior da pessoa , o que eu passei na noite passada foi prova de tudo isso “ após segundos pensando responde :

- Aceito sim vai ser uma honra , você leu meus pensamentos.


EduCini vendo que o humano Vibe tinha aceito seu convite diz:

- Meu amor por favor me guie ate um lugar mais calmo para que possamos conversar e beber com tranquilidade com nosso novo amigo Vibe mas antes passe pelo bar para que eu possa pegar nossa bebida.

Todos seguem em direção a um lugar mais calmo , uma mesa pra ser bem exato assim ambos poderiam se comunicar sem que o som atrapalhe. O vampiro indaga que o vinho é muito bom , as mãos de Vibe ficaram meio tremula pela vontade de beber mais nada que demostra-se isso , o cigarro ajudava a esconder a frustração e seus olhares eram focados em cada movimentos dos estranhos ele fala que adora vinho , na verdade para um alcoólatra tudo o que tem álcool é bom. Né não ????!!!



No outro lado da pista...

Ljubomir Brongniart se aproxima da pista de danças, música, tantas luzes.. de diversas cores.. Em nada se parecia com a sombria Lendas Urbanas que morava lá fora aonde as noites eram eternas. Aqueles lugares ajudavam no a esquecer do purgatório que ele parecia estar preso. Olha para o copo em sua mão, balança um pouco as pedras de gelo com limão e dá um gole na caipirinha esperando que aquilo ajude a tirar a tensão, como policial aprendera a não confiar em ninguém. "Que se dane, estou de folga..." pensa o agente da The Six . Ele identifica um rosto conhecido há certa distancia, era Vibe, mesmo não estando certo de que ele o vira cumprimenta com um aceno com a cabeça. Mexe novamente o copo para em seguida tomar outro gole de caipirinha, até que esteja vazio. "Estava fraca..." limita-se a sibilar.


Na mesa...


O vampiro enche as taças de vinho e serve sua amada e o convidado Vibe, faz um brinde sem nada especial, e toma um gole primeiro para mostrar ao convidado que nao tem que se preocupar o Vampiro faz uma pergunta a Vibe , a esposa do vampiro até para pra ouvir o que o rapaz tem a dizer em relação a pergunta de seu marido.

EduCini:
- Pois bem vibe, me diga o que faz nessa cidade de lunaticos...onde a maioria das pessoas estão mais preocupadas em arrancar cabeças ou manter as próprias em cima do pescoço...?


Vibe observa que alguém lhe cumprimenta era seu amigo Lubo um agente policial “ grande amigo Lubo “ levanta a mão em gesto de amizade e continua a conversa com os estranhos , uma pergunta ecoa no ar e Vibe Timeless não se sente bem e a desconfiança falava mais alto “ bem estamos numa festa cercado de gente sem problemas “ e responde ao estranho do nome Educini:

- Eu sei que com o tempo aquele que um dia ergueu a espada para defender um reino e reeguelo será esquecido , mas aquele que com a luz defendeu o mundo e reergueu sempre caminhara entre os homens , meu ato de fé é o que faz permanecer nessa cidade.


EduCini responde com um sorriso no rosto:
- Amem!!! Vejo que você é um justiceiro...e é fiel em suas crenças , muito bom...e se posso ser atrevido em perguntar e opinar...enquanto esse dia não chega você usa suas mãos para fazer tal justiça nao é mesmo? Digo isso pois pela sua postura ate agora é um homem muito seguro de si mesmo, ate que aceitou convites de estranhos em tempos tão tumultuados.


Ljubomir ao perceber que o amigo o reconhecera , levanta a mão retribuindo o gesto. Não escuta bem o que ele havia falado em meio ao som alto, se aproxima para que possam estabelecer uma conversa, dá um ligeiro tapa nas costas de Vibe e pergunta se ele tava curtindo a folga também , percebendo que ele tinha a companhia de outros, sorri e os cumprimenta a todos. Vibe sorri e fica em silencio , toma o vinho degustando com muito prazer “ um bom vinho , mesmo não me fazendo efeito “ cruza os braços imaginando “ como ele sabe tanto ? “. EduCini o vampiro ancião escuta os comprimentos de um amigo de vibe e o convida a sentar junto a eles . A esposa do vampiro senta-se mais ao lado de seu marido e continua a tomar o vinho. Ljubomir ao se aproximar percebe que o homem usa uma venda nos olhos, fica intrigado com aquilo. Mas antes que pudesse elaborar mais qualquer outro pensamento é abordado pelo início do diálogo. Escuta a oferta então sorri e coloca a mão por cima do estomago fazendo uma careta.

O dialogo se plorifera ...

Vibe:
- Você é um tipo de vidente ou cigano ou sei la ? que diabos é você ?

EduCini:
- Ate tentei fazer cursos pela internet com a mãe dina mas infelizmente nao fez efeito*brinca com relaçao a ser chamado de vidende* Fique a vontade para fumar, mas voltando ao assunto...como pode perceber Vibe eu sou cego...e no meu mundo da escuridão posso ver algumas cores significativas...enquanto vocês enxergam o exterior, eu sinto o interior com mais facilidade.

Ljubomir:
- Ah propósito, eu me chamo Lubo.

Drika se despede de todos :
- Amor, tem que ir, estão me esperando. Boa noite meu amor, não demore muito por aqui. Boa noite rapazes.

Vibe começa a fazer uma oração parecendo um louco , as palavras sai pela sua boca bem baixas palavras sagradas * Per signum X crucis, de X inimicis nostris libera-nos Deus X noster. In nonime Patris X et Fílii X et Spitiui Sancto X.Amen . Assim Vibe Timeless solta sua VISÃO DA VERDADE para descobrir se ele é realmente human. Vibe vira a taça de vinho em um gole só. A tentativa do agente Vibe Timeless tinha sido em vão , e sua oração não lhe mostrou nada. Ljubomir escuta o amigo pronunciando alguma coisa, pensa que se tratava de alguma melodia que ele conhecia. Porém ao continua escutando arregala os olhos por trás dos óculos escuros abismado ao perceber que se tratava de uma oração não sabe exatamente como reagir mantém, redobra sua prontidão alternando seu olhar entre Vibe e o desconhecido vendado.EduCini se despede de sua esposa, depois vira sorrindo para Vibe e começa e fala que é um vampiro , ao mesmo tempo solta seu fascínio no Humano Vibe Timeless assim fazendo ele se aproximar do vampiro , seguir suas ordens , uma falsa imaginação de confiança e amizade. Vibe estava com a mente coberta pela pericia vampirica.



Mais um conhecido estava la ...

Vazquez Veliz entra na festa, se encosta em um canto do salão. fica observando os participantes da mesma e acende um cigarro.


Voltando a mesa...

Ljubomir após escutar a revelação do estranho, é tomado por um calafrio. Acha completamente estranho que as barreiras que Vibe sustentava foram transpassadas pela revelação do estranho homem, Vibe aparentemente não o conhecia ainda. E já o tratava como um conhecido de longa data, começa a desconfiar que ele havia sido induzido por alguma magia ou algo do tipo. Coloca a mão direita sobre o ombro de Vibe e diz :

- Vibe.. Está tudo bem?


O vampiro mais rapido do que poderia se imaginar age com naturalidade a tudo o que estava ocorrendo ali na quela mesa , ele usa uma pericia chamada SUGESTÃO SUBLIMINAL fazendo o amigo de Vibe seguir suas ordens para não atrapalhar seus planos. Manda o mesmo buscar outra garrafa de vinho já deixando bem claro a marca do vinho e para Vibe ele pergunta o que ele fazia na cidade , seus objetivos quem era Vibe. Vibe com sua mente passuida respode ao Vampiro :

Vibe :
- Eu sou um ex-padre , meu pai era um caçador , sim um caçador humano ele desde pequeno apareceu para mim e até hoje esta me protegendo eu já era pra ta morto mais sempre à um motivo que não deixa isso acontecer , bom deixei da minha profissão. É isso !!! Bom eu bebo e fumo muito talvez Deus tenha dó de mim mais seu que sou um objeto importante para o lado do bem , à única mulher que eu amei foi morta por um vampiro FDP eu tive que eliminar ela bom sou um agente rastreador , CADE A PORRA DO VINHO ???

EduCini:
- Entendo sua raiva dos vampiros, realmente muitos de nos não merecem a dádiva da vida eterna...preferem sair matando ao invés de usarem seus poderes para acabar com coisas mais significativas...porem voce tem q concordar que os vampiros tem suas qualidades como a vida eterna...força superior, velocidade, fora os poderes mentais...e digo mais meu amigo...muitos desses vampiros merecem e faço questão que morram...já eliminei muitos, não tiro sua razão de viver.

Vibe acorda e sai do fascínio vampirico e diz:
- O que você fez comigo seu filho da puta ???!!! Te mato com as mão amarradas!!!!


O vampiro pega a garrafa e com tatoo verifica com seu tatto que é a q ele queria, serve lentamente três taças de vinho e fala:

- Não sou seu inimigo, se acalme e beba comigo, estamos em um local publico para perder a compostura meu amigo. Nao estou interessado em seu mal, pois se quise-se realmente seu mal nao te trataria como um cavalheiro e sim como um verme, coisa que vc nao é, te respeito e por isso estou aqui amigavelmente bebendo e conversado com você Vibe.



Narrador:
- Engraçado né ??? Tava tudo tão amigável geralmente não é assim que terminam as historias, mais quem diz que acabou ??? Bom, curiosos e conhecedores de RPG
os vampiros foram amaldiçoados por ser os primeiros assassinos que tivemos na terra , é pra um humano e um vampiro se encontrar cara a cara deve ser algo .... deixa eu achar uma palavra pra isso ... grotesco talvez essa seja a palavra. Bom vamos continuar o conto...



Ljubomirnão consegue entender a razão que ele foi pegar a garrafa de vinho para o homem vendado, lembrava apenas que ele havia dito ser um vampiro e que o vinho havia acabado. Esse maldito entrou na minha mente, aplicou-me algum tipo de sugestão. Sentindo-se desconfortável com a segurança de Educini mesmo que lhe pareça um sujeito amistoso, volta-se para Vibe e diz:

- Vibe, esse cara é um vampiro. Eu não sei o que se passa aqui, mas acho que é melhor darmos o fora deste lugar.

Vibe senta novamente e sem saber o que estava acontecendo pega a porra da garrafa sem bons modos já que tava nervoso ele acaba não ligando mais pra nada , ergue as mangas da camisa tanto lado direito como esquerdo , acende o cigarro e da umas tocidas , talvez o pulmão dele esteja precisando de um checape ele tenta se acalma mesmo sendo difícil escuta as palavras do seu amigo e diz:

- Educini você é um vampiro seu filho da puta ?

EduCini McBride mantem o rosto com serenidade responde calmamente:

- Sim, sou um vampiro...mas não um devorador de humanos, prefiro gastar meu tempo matando os vampiros que não merecem a dádiva da vida eterna...temos algo em comum.


Ljubomir Brongniart escuta as palavras do vampiro, de fato parecia um sujeito amistoso e também um tanto seguro de si. Porém não consegue achar explicações para a maneira amistosa que Vibe o tratara, assim como a razão que ele foi buscar a garrafa. Não queria ser marionete de ninguém, sentindo-se mentalmente fraco, talvez pela bebida, diz para Vibe:

- Eu to indo nessa, você me acompanha? Te agradeço a gentil oferta, mas acho que bebi demais por esta noite.


Vibe se levanta mais antes de ir embora junto com seu amigo ele diz ao vampiro:

- Amanhã a noite as 20:00 horas na praça !!! Abre o olho seu morto - vivo filho da puta quero te ver la pra gente resolver e finalizar essa historia

Vibe nem se preocupa em escutar a resposta do estranho e sai caminhado empurrando quem estivesse na frente. O vampiro apos ver Vibe tomando secamente seu sangue achando que era vinho ri sozinho enquanto os dois humanos vao embora...e pensa consigo mesmo "agora so falta dois goles do meu sangue para ele virar meu carniçal...".

Ljubomir ajeitava a pistola desert eagle na cintura para dentro da camisa e parte atrás de Vibe, certamente alterado daquela forma iria precisar de alguém por perto e diz:

- Calma irmaozão, nessa velocidade não consigo nem mirar a mulherada...

Ljubomir sorri de maneira forçada tentando descontrair a tensão da noite e se retira evitando olhar para trás.



Narrador:
- Esta história propicia diversas oportunidades de intrigas e investigação, como desconfiança , e uso de magias para seus propósitos. É um começo de uma campanha.






Eduardo Teixeira




.

Nenhum comentário:

Postar um comentário