Páginas

ATENÇÃO

- Blog: Cronicas e Contos de RPG - Eduardo Teixeira (textos protegidos, sua reprodução é proibida sem a autorização prévia do autor).

SOBRE A LEITURA: VAMOS LER, POIS LER É APRENDER.


A importância da leitura vem a cada dia ganhando força em seus diversos segmentos, pois é um dos requisitos básicos na aprendizagem do indivíduo. O ato de ler é muito importante, pois a leitura vem aos poucos contribuir para a formação de leitores capazes de reconhecer as sutilezas, as particularidades, os sentidos a extensão e a profundidade de cada texto lido.

Quem lê muito escreve bem

Não há como negar que ler contribui para a desenvoltura na escrita, pois vamos incorporando bons modelos de estruturação das ideias, ampliando repertórios, conhecendo novas palavras. Porém, é comum encontrarmos pessoas que leem muito, mas encontram dificuldades para escrever. Pode ser que isso ocorra pela qualidade da leitura. A leitura para a apreensão de conteúdos é básica; no entanto, se também prestarmos atenção na forma como os textos são compostos, podemos usufruir de todo o conhecimento a respeito da linguagem que uma leitura efetiva pode proporcionar e, assim, vamos nos tornando capazes de compor bons textos.

Vale a dica: Estar atento aos modos particulares de escrever dos diferentes autores, em especial daqueles que apreciamos, pode ser um prazer a mais na leitura. Pensar em como você próprio escreveria sobre o tema (e aventurar-se a escrever!), valendo-se do conhecimento dessas inúmeras possibilidades, ajuda-o no aperfeiçoamento de sua própria escrita.
Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 22 de agosto de 2010

PROCURANDO A BIBLIOTECA

Procurando a biblioteca

Você quer conhecer a Cidade? Hummmmmmm. Então quer achar um lugar pra morar? Quer encontra aonde estão os dos seus. Seja bem Vinda Katana, o caminho da biblioteca é pra lá ó <<<<<<.

Ela passando pela praça encontra varias mulheres, Katana pergunta se ali era Lendas Urbanas, e as mulheres ficam curiosas. Imagine a cena, você na praça de Lendas Urbanas e do nada aparece uma mulher desconhecida e pergunta se ali era Lendas Urbanas, misterioso não? As mulheres fazem atos de pura curiosidade como tentar ver o papel que Katana tinha em mão e perguntas como:"- Esta procurando alguém?" misterioso não?




As mulheres brincam em um momento de diversão, algumas zoarão mais nada fora do comum, uma comédia normal. Por enquanto! Katana faz outra pergunta mais essa pergunta foi, é essa pergunta, putz, essa pergunta sim foi forte, digamos em ambas as partes, a pergunta de Katana foi: "- Gostaria de saber onde seria a biblioteca da cidade para me integrar nesta região". As mulheres que Katana encontrou ali na praça tentam levar Katana de qualquer maneira para a biblioteca, se mostram amigáveis e super prestativas.

Pense na nossa realidade, Katana só queria achar "o seu" lugar ali na cidade, sem ninguém saber. No mundo em que vivemos a maior parte das pessoas deseja ter um lugar pra ficar, se hospedar e com pessoas de confiança. É difícil achar um mendigo que diga o quanto se sente feliz sem ter um teto sobre sua cabeça todas as noites ou achar alguém que adora a adrenalina de não ter nem onde tomar um simples banho.

A conversa continuava... Mais zoação, as mulheres estavam se divertindo com a "turista", então Katana revela seu nome: " - Meu nome é Katana, mas pode me chamar de Kat, e o prazer é todo meu, e matando curiosidades não sou escritora nem tão chegada em livros, apenas curiosa". Conversa vai e conversa vem, deixa olhar no relógio *tic-tac tic-tac tic-tac tic-tac tic-tac tic-tac tic-tac tic-tac tic-tac tic-tac*.
As mulheres parecem conhecer a biblioteca, elas estavam alterada, citaram nomes como "cegueta", enfim, Katana dibla as mulheres que tinha acabado de conhecer e despença elas na maior simplicidade do mundo e deixa claro que vai conhecer a cidade primeiro e precisa de um banho.

Olha lá um homem sem camisa andando pela cidade. Ele pode te ajudar Katana. A nossa turista misteriosa vai até o homem e pergunta se ele sabe algum lugar para tomar banho, o homem diz que sabe e indica um lago que sem duvidas é muito lindo. É eu falei lindo??? Eca *coff* *coff* ecaaaaaa! Retiro o que eu falei, lugares lindos não chama atenção não, mas continuando. O homem sem camisa que era um vampiro independente que estava oculto, como a mulher também estava, não passava de uma doce e adorável humaninha. Eles caminham até o lago. Chegando lá o homem sem camisa que se chama Agente encontra Vibe, conversam enquanto a Katana que já tinha se apresentando toma seu banho.

Katana... Katana que diabos você quer tanto ir para a biblioteca heimmm? Paira uma pergunta no ar. Ela ensiste em ir pra biblioteca Vibe se transforma e vampiro e ia atacar ela até que uma surpresa de imediato acontece. ELA É UMA VAMPIRA! Ela se transforma e encara Vibe e tudo acaba bem e todos seguem para a biblioteca.

O ancião Edu e sua esposa Drika já observam Vibe, Agente e Katana, que estavam vindo em sua direção, direção da biblioteca. Um comentário sobre a mulher "será que é vampiro ou é comida?". Agente por motivos que cabe a ele, talvez mostrar quem manda, e algo mais, ele ataca Katana com um golpe de sua garra, Katana não se intimida e mostra suas presas com com sangue, seu proprio sangue, gostas de um sangue maldiçoado, um sangue do poder, que faz o vampiro ter a vida eterna e ser imortal com seus poderes vampiricos. Mas ao ouvir um pedido para parar e deixar a mulher falar, Agente para e cura o rosto de Katana que estava ferido.

Tudo parece estar indo bem, Katana se explica, fala que seu mestre indicou a biblioteca, fala que é uma independente por outras palavras mais que queria dizer isso, mais algumas explicações e todos se tornam amigos, mostraram um quarto vazio para ela se hospedar no terceiro andar. Seja bem vinda! Mais um Vampiro Companheiro dos independentes, vai se unir a nos nessa cidade cheio de trevas e escuridão, esta no lugar certo.




AUTOR: EDUARDO TEIXEIRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário