Páginas

ATENÇÃO

- Blog: Cronicas e Contos de RPG - Eduardo Teixeira (textos protegidos, sua reprodução é proibida sem a autorização prévia do autor).

SOBRE A LEITURA: VAMOS LER, POIS LER É APRENDER.


A importância da leitura vem a cada dia ganhando força em seus diversos segmentos, pois é um dos requisitos básicos na aprendizagem do indivíduo. O ato de ler é muito importante, pois a leitura vem aos poucos contribuir para a formação de leitores capazes de reconhecer as sutilezas, as particularidades, os sentidos a extensão e a profundidade de cada texto lido.

Quem lê muito escreve bem

Não há como negar que ler contribui para a desenvoltura na escrita, pois vamos incorporando bons modelos de estruturação das ideias, ampliando repertórios, conhecendo novas palavras. Porém, é comum encontrarmos pessoas que leem muito, mas encontram dificuldades para escrever. Pode ser que isso ocorra pela qualidade da leitura. A leitura para a apreensão de conteúdos é básica; no entanto, se também prestarmos atenção na forma como os textos são compostos, podemos usufruir de todo o conhecimento a respeito da linguagem que uma leitura efetiva pode proporcionar e, assim, vamos nos tornando capazes de compor bons textos.

Vale a dica: Estar atento aos modos particulares de escrever dos diferentes autores, em especial daqueles que apreciamos, pode ser um prazer a mais na leitura. Pensar em como você próprio escreveria sobre o tema (e aventurar-se a escrever!), valendo-se do conhecimento dessas inúmeras possibilidades, ajuda-o no aperfeiçoamento de sua própria escrita.
Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

O antipaladino confuso






Tudo tem seu lado sombrio. Até mesmo o que parece ser mais puro...

Tudo se perverte, neste mundo que fede mais que um cadáver...

Tudo se perde, até mesmo no menor lugar possível, mesmo estando todos olhando para ele...

Tudo se encontra, em todos os lugares, com todo mundo...

Mas quando você pede simples informações, ninguém sabe lhe dizer...informações tais como: Quem sou eu? Onde devo ficar? O que estou fazendo neste lugar?

As vezes eu não me conheço...se um dia...vier a me conhecer...por favor...me diga...quem sou eu...

Será que estou no caminho certo?... Essa pergunta ecoa em minha mente pertubada...

Mas... Foi... O que me resto...

Ahh...

Minha armadura negra e uma espada bem afiada...

Hum...

Morte e destruição...

Minha crença e meus códigos mudão apartir de hoje...

Isso é a penas o começo!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário